Balanço da oferta e demanda de açúcar e etanol no Brasil nas safras 2022/23 e 2023/34

Print Friendly, PDF & Email

A DATAGRO divulgou suas estimativas para a produção e balanço da oferta e demanda de açúcar e etanol no Brasil nas safras 2022/23 e 2023/34. As projeções foram apresentadas durante a 22ª Conferência Internacional DATAGRO sobre Açúcar e Etanol, realizada em São Paulo (SP).

Safra 2022/23 Brasil

A Consultoria prevê a produção de 600 milhões de toneladas de cana na safra 2022/23 no Brasil, sendo 542 mi de t no Centro-Sul e 58 mi de t no Norte/Nordeste.

Em reação ao rendimento, estima-se 140,74 Kg ATR/ton a nível de Brasil; para o Centro-Sul, 142,10 Kg ATR/ton; Norte/Nordeste, 128,00 Kg ATR/ton.

A produção de açúcar é apontada em 36,900 mi de t: 33,250 mi de t no Centro-Sul e 3,650 mi de t no Norte/Nordeste.

Para etanol, prevê-se 31,363 bilhões de litros, 29,271 bi de litros do Centro-Sul e 2,092 bi de litros do Norte/Nordeste.

Safra 2023/24 Centro-Sul do Brasil

A DATAGRO ponderou que ainda é cedo para marcar uma posição mais definida para a safra 2023/24 no Centro-Sul do Brasil, porém, indica que a produção deve ser maior do que 2022/23, entre 575 e 590 mi de t.

A produção e açúcar na região deve ficar entre 36 e 38,5 mi de t, dependendo dos preços do petróleo/gasolina, competitividade do etanol em função da tributação sobre combustíveis e expansão do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro no próximo ano.

“O canavial está se desenvolvendo bem para 2023/24, com cana planta e cana seca e cana soca com evolução positiva em resposta às condições climáticas mais favoráveis, mas a área com cana deve continuar diminuindo”, disse Plinio Nastari, presidente da DATAGRO.

Além disso, foi destacado que a produção de etanol de milho deve continuar pressionando o setor de cana na direção de um mix mais açucareiro.

No cenário internacional, destaque para o atraso na safra indiana e recuperação modesta na Tailândia, fatores que mantêm o mercado aquecido para embarques no curto prazo. Ademais, crise energética na Europa indica exportações aquecidas de etanol. Datagro

Veja Também

SIAMIG Bioenergia e ONG Impar lançam Campanha de Prevenção a Incêndios Rurais

Na temporada de incêndios, quando a estiagem é mais rigorosa e o ar seco aumenta …