Potencial do setor sucroenergético é destaque durante missão do governo federal na Ásia

Print Friendly, PDF & Email

O presidente-executivo do Sifaeg/Sifaçúcar e do Fórum Nacional Sucroenergético, André Rocha participa desde o último dia 12, da comitiva da Missão Governamental e Empresarial à Ásia, comandada pelo ministro da Agricultura Blairo Magg. No roteiro, com programação até o próximo dia 25, estão Tailândia, Myanmar, Vietnã, Malásia e Índia. O objetivo é apresentar a empresários e investidores as oportunidades de parceria comercial e investimento no agronegócio brasileiro.

Ontem, o executivo fez uma apresentação em Hanói, no Vietnã, onde ressaltou os números da safra brasileira de cana, que colocam o país como 1º produtor e exportador mundial de açúcar e 2º produtor e exportador de etanol.

André abordou ainda a possibilidade de cooperação técnica daquele país com o Brasil no que se refere a variedades de cana, colheitadeiras, tecnologia para produção de energia a partir do bagaço da cana e de etanol.

Essa missão comercial ao continente asiático, organizada pelo governo federal, pretende obter como resultado a elevação de 7% para 10%, em cinco anos, a participação do Brasil no comércio agrícola mundial.

“É vital que aumentemos nossas exportações, porque isso vai gerar empregos e aumentar a renda dos trabalhadores. Meu papel como ministro da Agricultura nesta missão é abrir as portas, facilitar as coisas, para que os empresários do agronegócio brasileiro possam ter acesso aos canais de venda e de negociação. São eles que irão fazer o corpo a corpo, identificar os clientes em potencial”, disse o ministro Blairo Maggi ao comentar sobre a viagem.

 

Canal-Jornal da Bioenergia com dados do Sifaeg

Veja Também

Cana-de-açúcar supera sozinha média mundial de renovabilidade na matriz energética

A cana-de-açúcar é a principal fonte primária de energia renovável do Brasil. Com 16,9% de …