Divulgação Brasil Ecodiesel

Outubro tem maior produção de biodiesel

Print Friendly, PDF & Email

A produção mensal de biodiesel atingiu o maior volume do ano em outubro com 351 mil m³. No acumulado do ano, a produção atingiu 3.194 mil m³, um decréscimo de 3,4% em relação ao mesmo período de 2015 (3.306 mil m³). Os dados constam na edição nº 105 do Boletim Mensal dos Biocombustíveis.  A publicação é elaborada pelo Ministério de Minas e Energia (MME).

A capacidade instalada autorizada a operar comercialmente em outubro de 2016 ficou em 7.306 mil m³/ano (609 mil m³/mês). Dessa capacidade, 92% são referentes às empresas detentoras do Selo Combustível Social.

A região Sul liderou a produção de biodiesel no cenário nacional, com a participação de 40%. Já a região Centro-Oeste foi responsável por 39% da produção brasileira, seguida pelo Sudeste, com 12%. As regiões Nordeste e Norte representaram, respectivamente, 6% e 3% da soma.

Com relação às matérias-primas utilizadas na produção de biodiesel, no acumulado até o mês de setembro, a participação das três principais matérias-primas foi de 77,9% soja, 15,8% gordura bovina e 0,9% algodão.

Já a produção de etanol no período foi de 2,98 bilhões de litros, 3% menor que a produção do ano anterior. Destaque para a produção de anidro que foi de 1,3 bilhão de litros, aumento de 3,8% em relação à safra anterior. Já a produção de hidratado foi de 1,6 bilhões de litros. Em outubro, o consumo de etanol foi de 2,1 bilhões de litros, sendo 0,9 bilhão de litros de anidro e 1,2 bilhão de litros de hidratado. Em 2016, já foram consumidos 21,8 bilhões de litros de etanol.

 

MME

Veja Também

Diagnóstico inédito aponta desafios para abertura do mercado de gás natural no Brasil

Relatório é resultado de um acordo entre o MDIC, MBC e FGV e propõe ações, …