Biodiesel e sua linha de tempo

Print Friendly, PDF & Email

1970-80: Lançamento do PRO-ÁLCOOL – Testes preliminares com óleos vegetais;
1980: 1ª Patente do Brasil – Processo de Produção de Combustíveis a partir de frutos ou sementes oleaginosas – Expedito José de Sá Parente;
1981/1982: França e Áustria iniciam estudos sobre biodiesel;
1981-1985: PROJETO OVEG – Programa Nacional de Energia de Óleos Vegetais: Testes com éster puro e misturado para vários tipos de veículos – MDIC;
1988: Início da produção de biodiesel Áustria e França;
1991: Primeira especificação para o biodiesel de colza na Áustria;
1994-1997: Definidas especificações do Biodiesel em países europeus
1997: EUA – Congresso aprova biodiesel como combustível alternativo;
1999: Alemanha – taxa ambiental ao diesel fóssil;
2000: Projetos de desenvolvimento de tecnologia e produção de BIODIESEL em Universidades, Centros de Pesquisa e Empresas no Brasil;
2001: Patente PI 010 58 88 – Produção de Biodiesel a partir da semente de mamona – PETROBRAS: C.N. Khalil;
2002: Alemanha ultrapassa a marca de 1 milhão ton/ano de produção de BIODIESEL;
2002: Início de produção na Austrália;
2002: Programa Brasileiro de Biodiesel (PROBIODIESEL): Ação do MCT – Portaria MCT 702 DE 30-10-2002;
2003: Programa Combustível Verde – Biodiesel & Etanol: MME realiza Estudo de Viabilidade Técnica e Econômica para produção e uso de BIODIESEL a partir da Mamona/Rota Etílica, considera mercados interno e externo.
2004: Implementação do Programa Nacional de Produção e Uso do Biodiesel
2005: Inserção do biodiesel na matriz energética brasileira
2006 e 2007: B2 autorizativo
2008: Obrigatoriedade do biodiesel em janeiro/2008 – B2 e julho/2008 – B3
2009: Aumento da obrigatoriedade para B4 em julho/2009
2010: Antecipação em 3 anos para a obrigatoriedade B5
2014: Após um longo hiato, finalmente a obrigatoriedade do biodiesel é aprovada para B6 em julho/2014 e B7 em novembro/2014
2015: Membros do governo se mobilizam para o estudo e implantação do novo marco regulatório do biodiesel, proporcionando previsibilidade para o setor: B8, B9 e B10 para os próximos anos.
2016: Sancionada lei que prevê o aumento do índice de biodiesel no diesel dos atuais 7% para 8% até 2017; 9%, até 2018; e 10%, até 2019
( Fonte: Ministério de Minas e Energia/Wikipedia)