Orplana estima que safra da cana-de-açúcar feche em 650 milhões de toneladas

Print Friendly, PDF & Email

Moagem 2023/2024 no Centro Sul do País está em fase final e deve ser recorde

A Organização das Associações de Produtores de Cana do Brasil (Orplana) anunciou que a moagem da cana-de-açúcar 2023/2024, no Centro Sul do País, deve chegar a 650 milhões de toneladas. A estimativa tem por base o melhor rendimento das lavouras, assim como as condições climáticas e os investimentos do setor, conforme revelou a Conab (Companhia Nacional de Abastecimento).

Segundo o CEO da Orplana, José Guilherme Nogueira, a safra atual está em sua fase final e já pode ser considerada recorde, diante do volume moído até o momento. Normalmente, a safra é encerrada em novembro, porém nesta temporada precisou ser prolongada em razão da quantidade de cana a ser colhida e processada.

“Lembrando que o aumento de 18% perante ao ano passado não deve acontecer em 2024/2025, porque o balanço de massa verde que estamos monitorando agora, para a próxima safra que será colhida, não deve expressar o mesmo volume. A estimativa é que alcance em torno de 620 milhões”, antecipou Nogueira.

Mais previsões

Em relação a cana bisada, o CEO da Orplana acredita que a estimativa de 20 a 25 milhões de toneladas prevista anteriormente não irá se cumprir.

“O volume ficou bem menor até pelo ritmo acelerado da moagem. Entretanto, vale observar que com andamento das chuvas no começo deste ano, a quantidade de cana a ser moída para 2024/2025 deve reduzir ainda mais”, adiantou o executivo. “A massa verde não está como esperada e isso pode, inclusive, impactar os canaviais para essa próxima safra”, completou. (Assessoria Orplana)

Veja Também

Modelo simula impactos da cana-de-açúcar no sequestro de carbono e nos recursos hídricos

Cientistas brasileiros, franceses e britânicos desenvolveram o Ecosmos-cana-de-açúcar, tecnologia para a simulação do crescimento e …