Laboratório de Biotecnologia do CTC: avanço para o setor sucroenergético

Print Friendly, PDF & Email

Acontece hoje, com a presença da presidente Dilma Rousseff, a solenidade de inauguração do Laboratório de Biotecnologia do Centro de Tecnologia Canavieira (CTC), localizado em Piracicaba, São Paulo. A unidade será especializada em melhoramento genético para a cultura da cana-de-açúcar. Foram investidos no laboratório R$ 40 milhões, sendo que parte dos recursos vieram do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). A Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e o Plano de Apoio Conjunto à Inovação Tecnológica Agrícola no Setor Sucroenergético (PAISS) também investiram no laboratório, que terá pesquisas inclusive com cana geneticamente modificada.

Além do laboratório de biotecnologia vegetal, a nova unidade tem um laboratório para “sementes artificiais”, visando a produção de sementes de cana. Esse laboratório permitirá aos pesquisadores extrair o material genético da cana e “encapsulá-lo” com nutrientes, defensivos e outros componentes para garantir o crescimento da planta.  Segundo Gustavo Leite, presidente do CTC, com esse novo laboratório será possível acelerar o desenvolvimento de variedades de cana transgênica e dar suporte a outras áreas de pesquisa, como as voltadas ao etanol celulósico. “Essa nova infraestrutura vai nos permitir estender, por exemplo, características transgênicas para até 12 variedades diferentes ao invés de duas como vinhamos fazendo”, explica.

Canal-Jornal da Bioenergia

Veja Também

Moagem primeira quinzena de abril atinge 15,8 mi de toneladas

A moagem de cana-de-açúcar na primeira quinzena de março na região Centro-Sul totalizou 15,81 milhões …