Açúcar: produção brasileira segue em alta

Print Friendly, PDF & Email

Levantamento feito pela S&P Global Commodity Insights sinaliza que a produção de açúcar na região do Centro-Sul do Brasil chegou a 3,54 milhões de toneladas na primeira metade de agosto. Isso representa um aumento de 34,4% em relação ao mesmo período do ano passado.  Isso é resultado das boas condições do clima que levaram a uma moagem maior de cana. Ainda de acordo com o levantamento S&P Global, a estimativa média foi de um esmagamento total de 49,6 milhões de toneladas, aumento de 27,9% em relação ao ano anterior. No acumulado desde 1º de abril, a fabricação do adoçante totaliza 22,68 milhões de toneladas, alta de 21,69%, com o “mix” de produção favorecendo o açúcar. Mais rentável que o etanol, a commodity se apropria de 48,93% da cana moída, ante 44,65% na temporada passada.

No geral, de acordo com a UNICA, União da Indústria de Cana-de-açúcar, a moagem de cana-de-açúcar no Centro-Sul do Brasil na primeira quinzena de agosto aumentou 23,38% na comparação com o mesmo período do ciclo passado, para 47,87 milhões de toneladas, apesar de chuvas pontuais que afetaram “marginalmente” os trabalhos. Dados do Centro de Tecnologia Canavieira (CTC) apontam crescimento de produtividade no acumulado da safra de 22,4% ante o ciclo anterior, para 93,6 toneladas de cana por hectare.

Canal-Jornal da Bioenergia

Veja Também

Cana-de-açúcar supera sozinha média mundial de renovabilidade na matriz energética

A cana-de-açúcar é a principal fonte primária de energia renovável do Brasil. Com 16,9% de …