Usina usa o teatro para receber colaboradores para a nova safra

Print Friendly, PDF & Email

Ação foi desenvolvida pela unidade mineira da CRV Industrial

A safra da CRV Industrial – unidade de Capinópolis, em Minas Gerais, iniciou recentemente. E para receber todos os colaboradores, cerca de 600 profissionais na reintegração, a usina sucroenergética desenvolveu uma parceria com a Companhia de Teatro de Dramas e Comédias da Paraíba, usando o lúdico para deixar os treinamentos mãos acessíveis, fáceis e leves.

A comédia “Orgulho de Ser Trabalhador”,  de aproximadamente 45 minutos, contou a história de dois irmãos: Francisco, funcionário da CRV Industrial e bem sucedido, e de Pedrinho, que estava em uma vida errada, com vícios e desempregado.  Toda a narração é baseada na virada de vida de Pedrinho, que começa a trilhar o exemplo do irmão e a ter orgulho de ser um bom trabalhador.

Teatro treinamento

O teatro corporativo é um diferencial para reter a atenção e dialogar com o público de uma maneira eficiente, permitindo que o colaborador, de forma lúdica, compreenda a importância dos procedimentos e demais orientações, além de permitir a socialização, diminuir os problemas da convivência diária entre pessoas de diferentes perfis e manter uma equipe de trabalho motivada.

Para isso, o diretor, autor e ator da Companhia, Erivan Lima, fez uma pesquisa de campo por alguns dias para conhecer melhor os costumes, a rotina e até o modo de falar dos colaboradores. “Quando a pessoa se vê na cena, o riso é certo”, revela.

A história aborda pontos importantes, como o uso correto dos EPIs, o absenteísmo, a qualidade de vida e o compromisso do colaborador com a família e a empresa. “Neste ano de 2023 resolvemos inovar, trazendo este formato já utilizado em algumas usinas no Nordeste para integrar e reintegrar nossos colaboradores dos mais variados setores. Além de socializar com as orientações, agregamos temas pertinentes que são discutidos na sociedade. Temos o nosso papel social e sempre faremos o possível para desempenhá-lo da melhor forma. Nosso maior patrimônio são os nossos colaboradores”, pontua o diretor da unidade, Paulo Fernando Cavalcanti de Morais Filho.

O teatro é uma grande ferramenta de comunicação. “Além de educar, o teatro marca o inconsciente. Ele é mágico, transforma e modifica as pessoas. Às vezes o que ouvimos em uma palestra tradicional esquecemos poucos minutos depois, mas no teatro não. A imagem fica gravada”, explica Erivan. (Assessoria)

Veja Também

Trilhando os passos das mães

Usina Rubi S.A- unidade Uruaçu contrata mães e filhos O exemplo dos pais pode ser …