Programa Abasteça Consciente estimula consumo de etanol

Print Friendly, PDF & Email

A União da Indústria de Cana-de-Açúcar e Bioenergia (Unica) é parceira institucional do Programa Abasteça Consciente, liderado pela Volkswagen do Brasil para estimular a descarbonização por meio do uso de etanol nos veículos flex fuel. Também são novos parceiros do programa a Bosch; Localiza; Raízen, licenciada da marca Shell; Volkswagen Financial Services e LM.

A iniciativa faz parte da estratégia da montadora de neutralizar as emissões de CO2 até 2050. O etanol, produzido no Brasil a partir da cana-de-açúcar e do milho, reduz em até 90% as emissões de CO2 em relação à gasolina. A ideia do Abasteça Consciente é oferecer benefícios exclusivos aos consumidores preocupados com o meio ambiente e a sustentabilidade do planeta.

“O etanol é a solução complementar para fontes de energia renováveis tanto para veículos a combustão convencionais (ICEs), por meio do incentivo à escolha de combustíveis sustentáveis, como os biocombustíveis, pelos consumidores, quanto para híbridos e elétricos, seja via reformadores (Fuel Cell) ou range extender (BEV Rex)”, explica Pablo Di Si, chairman executivo da Volkswagen América Latina.

Segundo a montadora, a frota VW composta por carros flex fuel – tecnologia desenvolvida e lançada de forma pioneira pela Volkswagen em 2003 – chega a 96%, e o interesse por parte do público em abastecer de forma mais consciente foi comprovado pelo número simulações da calculadora Abasteça Consciente, que, em um ano, chegou a um milhão.

A ferramenta mostra a emissão de CO2 de acordo com o combustível escolhido, considerando a metodologia “poço-à-roda”, ou seja, desde o cultivo ou a extração de recursos naturais, seu processo de produção e transporte do combustível, até sua combustão nos motores. Assim, o cliente pode olhar – ao mesmo tempo – para o bolso e para o meio ambiente.

“A preocupação com os impactos ambientais é uma marca da Volkswagen, que vem investindo de maneira relevante em pesquisa e desenvolvimento de tecnologias para reduzir a pegada de carbono dos seus produtos. Basta lembrar que foi dela o primeiro veículo flex do país”, afirma o presidente da Unica, Evandro Gussi. “A adesão das empresas ao programa reforça o compromisso do setor privado brasileiro com a descarbonização do transporte. O etanol é uma alternativa limpa, renovável e disponível no Brasil há mais de 40 anos”, completa.

De acordo com dados da Unica, nas duas últimas décadas, o uso do etanol evitou que cerca de 600 milhões de toneladas de CO2eq fossem lançados na atmosfera. A título de ilustração, para atingir a mesma economia de CO2eq seria preciso plantar mais de quatro bilhões de árvores nativas nos próximos 20 anos. Unica

Veja Também

Programa do Instituto Biológico e Fundepag investe R$ 3 milhões em pesquisa para controle biológico de praga da cana

Com foco no manejo biológico do bicudo da cana-de-açúcar, o Programa para Bioprodutos para Agricultura …