Produção de biodiesel e etanol no Brasil registra crescimento

Print Friendly, PDF & Email

O Boletim Mensal de Energias Renováveis, divulgado pela Secretária de Petróleo, Gás Natural e Combustíveis Renováveis, mostra  que houve um crescimento da produção brasileira de biodiesel e de etanol em julho deste ano. No caso do biodiesel, o volume foi de 309 mil m³, sendo que, no acumulado de 2016, a produção do combustível atingiu 2.174 mil m³.

Já a produção de etanol foi de 4,0 bilhões de litros em julho, 11% maior que a produção do ano anterior. O etanol anidro teve um aumento de 20% em relação à safra anterior, com produção de 1,7 bilhão de litros. O etanol hidratado atingiu a marca de 2,3 bilhões de litros. O consumo de etanol em julho foi de 2,2 bilhões de litros, sendo 0,9 bilhão de litros de anidro e 1,3 bilhão de litros de hidratado. Em 2016, já foram consumidos 14,9 bilhões de litros de etanol.

Segundo o Ministério das Minas e Energia, o Brasil segue na posição de segundo maior consumidor mundial de biodiesel, atrás somente dos Estados Unidos. A soja se mantém como a principal matéria-prima com participação de 78%, seguida pela gordura bovina com 17%.

O Boletim Mensal de Energias Renováveis aponta ainda que a capacidade instalada de produção de biodiesel em julho registrou 7.123 mil m³/ano. Dessa capacidade, 91% dos produtores brasileiros são empresas detentoras do selo Combustível Social.

 

Canal-Jornal da Bioenergia