Produção de açúcar no Centro-Sul deve atingir menor patamar desde 2007/08

Print Friendly, PDF & Email

A paralização das atividades de colheita da cana-de-açúcar no Centro-Sul devido às chuvas tem reforçado as expectativas de uma moagem total tímida para a safra 2018/19. A INTL FCStone manteve sua projeção de moagem em 567,0 milhões de toneladas, 4,9% abaixo do mesmo período na safra passada e menor nível de moagem do Centro-Sul desde a safra 2012/13.

Dados compilados pelo grupo mostram que a precipitação média no cinturão canavieiro do Centro-Sul durante o mês de setembro e a primeira quinzena de outubro ficou 172% acima do ano passada e foi 71% maior que a média dos últimos 10 anos. Por outro lado, dados da própria União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA) mostram que apenas 15 usinas já haviam encerrado suas atividades de colheita até a primeira metade de outubro, 3 a menos do que no mesmo período no ano passado.

“Desta forma, podemos dizer que as expectativas de uma ‘morte súbita’ da safra ficaram para trás, sendo que o clima chuvoso deve obrigar várias empresas a estenderem a moagem da safra por mais tempo do que era previamente esperado”, avalia o especialista de mercado da INTL FCStone, João Paulo Botelho. Por outro lado, as pancadas de chuva vieram tarde demais para recuperar a saúde dos canaviais, levando a INTL FCStone a manter sua estimativa de Toneladas de Cana por Hectare (TCH) para a safra em 71,9 t/ha, 5,4% abaixo da safra 2017/18.

O Açúcar Total Recuperável (ATR) médio, que normalmente apresenta queda de 2% entre a primeira quinzena de setembro e a primeira de outubro, caiu 9% no mesmo período este ano. Segundo análise do grupo, como as chuvas fortes persistiram no final de outubro e começo de novembro, é provável que este padrão se mantenha. Com isso, a INTL FCStone reduziu sua estimativa para o total da safra em 0,4%, para 139,0 kg/ton, nível ainda 1,7% superior à safra anterior.

Em relação ao destino da cana, a consultoria espera que apenas 35,1% da cana moída será destinada à produção de açúcar, a menor proporção em mais de vinte anos, caindo em 26,9% na comparação com a safra passada, para 26,3 milhões de toneladas, o menor nível em onze anos.

“Com ATR menor e mais paradas nas operações graças ao clima chuvoso dos últimos meses, ficou mais fácil para as usinas destinarem uma proporção ainda maior da matéria-prima para a produção de etanol. Como a maioria das empresas tem buscado exatamente isso, com o objetivo de aproveitar os melhores preços oferecidos pelo biocombustível em relação ao açúcar, o mix alcooleiro acabou superando nossas estimativas”, explica João Paulo Botelho.

Considerando a conjuntura do consumo de combustíveis no Brasil, a projeção de produção de etanol hidratado de cana da INTL FCStone registrou 20,9 bilhões de litros, 37,3% abaixo da safra passada, e a de anidro de cana para 9,2 bilhões de litros, 11,1% abaixo do ano passado. Com isso, a produção total de etanol no Centro-Sul, incluindo a partir do milho, deve alcançar 30,1 bilhões de litros em 2018/19, 17,7% acima da temporada anterior e o maior volume da história.

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.