Por que o preço do combustível continua subindo?

Print Friendly, PDF & Email

A Petrobras anunciou um novo reajuste nos preços da gasolina a partir desta terça-feira, 2. Esse é o quinto aumento no ano, levando a uma alta acumulada desde janeiro de 41,3%. De acordo com Tarcilo Rodrigues, diretor na Bioagência, o mercado internacional de combustíveis vive um momento de recuperação.

“O preço dos combustíveis foi muito abalado pela pandemia e agora está se ajustando. No Brasil, os valores poderiam ser mais favoráveis, mas continuamos pressionados pelo patamar do câmbio. Além disso, a recuperação nos preços do petróleo ajuda a explicar a alta das cotações, que estão elevadi, mas são praticadas a preços de mercado e devem seguir nesses patamares”, diz.

Ainda de acordo com o analista, a saída de Castello Branco do comando da Petrobras pouco impacto terá sobre os valores da gasolina praticados no Brasil. Ele destaca, ainda, que o preço segue uma tendência de mercado. “A gasolina não é cara e nem barata, ela tem o preço que se pratica no mercado internacional, assim como o milho e a soja, com momentos de alta e baixa”, pondera Rodrigues.

Sobre impostos, o diretor da Bioagência diz que a questão dos impostos preocupa, mas é preciso chegar a uma solução. “A arrecadação que incide sobre combustíveis acontece no mundo inteiro, não é uma questão da Petrobras. Se você reduz impostos, de alguma forma quem vai pagar isso é o contribuinte”, finaliza. Canal Rural