Divulgação Ubrabio

Pesquisa na Furb sugere óleo de fritura para produção de biodiesel

Print Friendly, PDF & Email

A preocupação com o meio ambiente e a procura por fontes renováveis vem ganhando destaque nos últimos anos. A substituição parcial do diesel de petróleo pelo biodiesel de óleos vegetais e animais é uma alternativa energética. O biodiesel é um combustível de composição de ésteres alquílicos, produto da reação de transesterificação de um óleo com álcool, que atenda os padrões da qualidade da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis – ANP.

O uso do óleo de fritura para produção de biodiesel é uma alternativa ecológica à produção a partir de óleo vegetal. Porém, biodiesel de óleo de fritura apresenta menor estabilidade à oxidação, alterando suas características e prejudicando o seu desempenho como combustível. Sendo assim, este trabalho visa investigar componentes responsáveis pela baixa estabilidade oxidativa do biodiesel de óleo de fritura.

Foram caracterizados os óleos de fritura e de soja, produzindo biodiesel por transesterificação alcalina em razão molar 1:6 e caracterizando o biodiesel de acordo com os métodos estabelecidos pela ANP. Os valores obtidos foram relacionados com a composição e estabilidade oxidativa.

A mestranda Valnice Motta, do Programa de Pós graduação em Química da FURB (Universidade de Blumenau), defende nesta sexta-feira (30-09), às 14 horas, na sala S 309, Campus I, a dissertação intitulada Caracterização química do biodiesel obtido a partir do óleo de fritura e sua relação com a estabilidade à oxidação. A pesquisa foi orientada pelo Prof. Dr. Edésio Luiz Simionatto.

FURB – Universidade de Blumenau.