Muda Pré-Brotada aplicada ao método MEIOSI promete revolucionar o plantio de cana

Print Friendly, PDF & Email

Um novo conceito para a rápida multiplicação da cana-de-açúcar, tem chamado a atenção do setor sucroenergético. Trata-se do sistema de Mudas Pré-Brotadas (MPB), desenvolvido pelo Instituto Agronômico (IAC), em Ribeirão Preto. O tradicional e usual tolete dá espaço para as mudas já prontas, que são cultivadas por um período de 60 dias antes de ir para o campo.

“Uma das grandes buscas para dar sustentação à atividade sucroenergética passa pela obtenção de ganhos de produtividade na produção de cana de açúcar. A melhoria da sanidade e a incorporação de novas tecnologias são ingredientes indispensáveis para que isto aconteça” aponta Ismael Perina Junior, da Socicana, a Associação dos Fornecedores de Cana de Guariba.

A tecnologia MPB ajuda a reduzir o consumo de mudas, gera uniformidade no plantio, qualifica o processo de produção nos canaviais e contribui para um salto na qualidade fitossanitária. Ismael defende que uma das formas para melhorar o rendimento é através da formação de viveiros com mudas de alta qualidade. “A utilização de MPB passa a ser ferramenta importantíssima para atingir o objetivo de aumentar a produtividade de forma econômica, resgatando princípios que havíamos deixado de lado na nossa produção”.

O método inter-rotacional simultâneo chamado MEIOSI, consiste em plantar uma ou duas linhas de cana numa área, deixando um espaço que será ocupado com culturas de verão ou adubação verde. Na sequencia novas linhas de cana e assim sucessivamente, de forma a ter um plantio concomitante de linhas de cana com as culturas intercalares. Na sequencia, as culturas são colhidas e utiliza-se como muda a cana que estava plantada na(s) linha(s). “Trata-se de um processo de multiplicação visando ganhos econômicos e de qualidade na formação dos canaviais. Os ganhos em matéria de economia, qualidade e logística são enormes. A utilização de MPB no sistema de meiosi permite a formação de canaviais com grande sanidade, permitindo ter plantios comerciais com qualidade de viveiro primário a um custo muito acessível” explica Ismael.

Discutir novas tecnologias é sempre uma importante pauta para o setor sucroenergético brasileiro. Pensando nisso, a 16ª Conferencia Internacional DATAGRO sobre Açúcar e Etanol, terá um painel exclusivo sobre Inovações no Cultivo. No dia 18 de outubro, às 16h45, durante a conferencia, Ismael Perina Junior, da Socicana, e Marcos Landell, do IAC, debaterão este tema.

(Assessoria de imprensa)

Veja Também

Abertura de Safra Mineira de Açúcar e Etanol: perspectivas promissoras para o setor bioenergético

Durante a Abertura de Safra Mineira de Açúcar e Etanol 2024/2025, realizada na sexta-feira, 26 …