MME investirá em programa de geração solar distribuída em universidades

Print Friendly, PDF & Email

O Ministério de Minas e Energia, em parceria com o Ministério da Educação, lançará em breve um programa de geração solar distribuída nas universidades federais. O Ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, anunciou na quinta-feira (29) que está em estudo a construção de coberturas com painéis de geração de energia pela luz do sol nos estacionamentos das universidades federais, que reduzirá o consumo da rede e poderá até torná-las autossuficientes em eletricidade, ou mesmo fornecedoras de energia para o Sistema Interligado Nacional (SIN).

A ação se insere em diversas medidas de eficiência energética que estão sendo planejadas pelo Ministério de Minas e Energia, afirmou o ministro durante audiência na Comissão Mista de Mudanças Climáticas do Senado. Devem participar do programa o BNDES e o Ministério de Ciência e Tecnologia.

Braga afirmou que o país pode ganhar muito com ações de eficiência energética. Uma das metas do Brasil estabelecidas durante visita da presidenta Dilma Rousseff aos Estados Unidos foi a de alcançar 10% de ganhos de eficiência elétrica no país em 2030.

“Com esse sol que está no Brasil, a gente produzir o conforto de um estacionamento coberto e que ao mesmo tempo gere energia, ou seja, nós estamos trabalhando para encontrar soluções que nos levem à meta de termos duas Belo Monte de eficiência energética. Esse é um dos temas em que nós temos muito a crescer. Nós temos aí uma grande oportunidade, com baixo investimento, para crescer muito”, disse.

Segundo Braga, as escolas técnicas públicas também devem fazer parte do programa, com a instalação de painéis fotovoltaicos e com a criação de laboratórios e criação de cursos sobre a geração solar fotovoltaica, para formar técnicos capazes de atender à demanda crescente por instalações de geração solar distribuída.

“Todas as escolas técnicas do Iphan e do Pronatec estão sendo analisadas para que possamos colocar energia solar, e ter laboratórios técnicos para estudar a energia solar. Porque distribuir painéis solares de cabo a rabo no país e não ter técnico que possa dar a manutenção e operar, é colocar placas que não vão resolver. Também queremos fazer isso para os hospitais universitários”, afirmou Braga.

Outras ações de eficiência energética que estão em estudo e foram citadas pelo ministro são a criação de um programa com recursos do próprio setor para financiar a modernização da iluminação pública em pequenos municípios brasileiros, com lâmpadas de LED e energizadas com energia solar fotovoltaica. Os incentivos aos equipamentos de redes inteligentes – os Smart Grids, e fomento a adoção de aquecimento solar térmico também se inserem nesse conjunto de ações.  Ministério de Minas e Energia

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.