Mato Grosso recebe o Programa de Aplicação Responsável da Dow AgroSciences com foco em grandes culturas

Print Friendly, PDF & Email

 

Desenvolvido pela Dow AgroSciences em parceria com a Universidade Estadual Paulista (UNESP) de Botucatu, o Programa de Aplicação Responsável, um dos projetos de Boas Práticas Agrícolas da empresa, capacitará profissionais envolvidos com culturas de soja e milho em municípios do Estado de Mato Grosso. Entre os dias 5 a 9 de setembro, aplicadores, técnicos e outros envolvidos diariamente com o cultivo de soja e milho, serão capacitados em propriedades nas cidades de Sapezal, Tangará da Serra, Diamantino, Canarana e Nova Mutum, no Mato Grosso, com treinamentos voltados às grandes culturas.

“O objetivo principal do Programa de Aplicação Responsável é realizar ações de extensão para apresentar aos produtores rurais os conceitos de boas práticas na aplicação de defensivos agrícolas, além de conscientizar e incentivar a adoção destas iniciativas, a fim de otimizar recursos, reduzir o impacto no meio ambiente e prover maior sustentabilidade para o agronegócio”, comenta a coordenadora de Boas Práticas Agrícolas da Dow AgroSciences, Ana Cristina Pinheiro.

Durante os treinamentos práticos, todos os participantes têm contato com o Simulador de Deriva, equipamento desenvolvido pela Dow AgroSciences, em parceria com a UNESP, e que possibilita simular condições reais de vento e tamanhos de gota das aplicações. Dessa forma, é possível visualizar o efeito do uso de cada tipo de equipamento – ponta e pressão de trabalho, de acordo com a velocidade do vento no momento da aplicação.

O investimento em tecnologia e educação está dentro dos objetivos da empresa que foca na importância dos treinamentos para capacitar e disseminar as melhores recomendações por meio de práticas integradas em todas as etapas do processo de cultivo e produção. Desde o seu início, em 2010, o programa treinou cerca de 12.500 profissionais do campo sobre a importância das boas práticas agrícolas, com foco nos conceitos de tecnologia de aplicação.

Dow e Rio 2016

Como “Empresa Química Oficial” dos Jogos Olímpicos, a Dow possui uma posição única como fornecedora de soluções inovadoras e mais sustentáveis que melhoram a experiência Olímpica para os territórios-sede, atletas e fãs em todos os lugares – na arena dos Jogos e em nossas vidas diárias. Nosso portfólio de produtos inovadores e de alta tecnologia oferece produtos mais sustentáveis para as necessidades mais desafiadoras dos Comitês Organizadores, governos locais, construtores e parceiros ligados aos Jogos.

Sobre a Dow AgroSciences

A Dow AgroSciences, com sede em Indianápolis, Indiana, nos Estados Unidos, desenvolve soluções inovadoras para a proteção de cultivos e biotecnologia de plantas para atender aos desafios de um mundo em crescimento. A Dow AgroSciences é uma subsidiária em caráter integral da The Dow Chemical Company e obteve um volume de vendas global de US$ 6,4 bilhões em 2015.

Assessoria de imprensa

Veja Também

André Rocha assume Presidência da Fieg

André Rocha, Presidente-Executivo do Sifaeg e do Sifaçúcar, assumiu hoje (05) a presidência da Federação …