Divulgação

Lançado pelo Governo de Goiás novo Distrito Agroindustrial em Aparecida de Goiânia

Print Friendly, PDF & Email

O Governo de Goiás, em parceria com a prefeitura de Aparecida de Goiânia, lançou o Distrito Agroindustrial Noberto Teixeira (Dianot). Ele vai ser construído em juma área de 2 milhões de metros quadrados. Serão 359 lotes e todo o empreendimento deve gerar 30 mil empregos diretos e indiretos. A obra será coordenada pela Companhia de Desenvolvimento Econômico de Goiás (Codego) e pela Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra). A previsão para conclusão total é para o ano de 2026.

Hoje, dia 18 de agosto, durante assinatura do edital para licitação da obra, o governador Ronaldo Caiado, o vice-governador Daniel Vilela, o prefeito Vilmar Mariano e outras autoridades acompanharam a demolição de parte do prédio do semiaberto para construção de um almoxarifado e canteiro de obras. No total, R$ 150 milhões serão investidos para implantar a infraestrutura do novo distrito industrial, incluindo a transformação de parte do terreno onde funcionava o presídio semiaberto.

O Distrito fica próximo à rodovia BR-153, na Região Metropolitana de Goiânia e terá infraestrutura completa: iluminação pública, pavimentação asfáltica de qualidade, estações de tratamento de água e de resíduos industriais. “Isso vai promover um salto na economia goiana, gerar emprego e renda e garantir ainda mais crescimento à cidade”, destaca o governador.

O vice-governador Daniel Vilela, que coordenou o grupo de trabalho, junto com o ex-deputado federal e assessor especial do governador, Euler Morais, ressalta que o polo é importante para todo o estado, mas principalmente para a região de Aparecida, que tem alta demanda para instalação de empresas. “Tirar o semiaberto e dar lugar a um polo industrial é um desejo que já vem há pelo menos duas décadas. Mas agora, com o governo de Ronaldo Caiado, conseguimos empenhar os esforços necessários para concretizar a obra e resgatar um importante compromisso assumido pelo governador com a população de Aparecida. Vamos, a partir desse lançamento, avançar no cronograma para execução de obras e estruturar mais um espaço para receber os empreendimentos que querem se instalar em Goiás”, avalia Vilela.

O Dianot vai incorporar a área onde funcionava a Colônia Agroindustrial do Regime Semiaberto. Para desativar o local, o Governo de Goiás contou com o apoio do Ministério Público, por meio do procurador de justiça, Fernando Krebs, que promoveu um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para a construção de uma nova estrutura carcerária na área do próprio Complexo Prisional. Uma nova unidade será construída, com previsão de entrega em 24 meses.

Canal-Jornal da Bioenergia com Assessoria de Imprensa Governo de Goiás

 

Veja Também

CRV Industrial contrata profissionais para a safra 2024

As inscrições da unidade goiana iniciam no dia 13 de fevereiro A CRV industrial, usina …