Goiás ganha instituto de pesquisa em agropecuária e agricultura

Print Friendly, PDF & Email

O Estado de Goiás é destaque na agropecuária nacional. E para aprimorar o desenvolvimento, promover a estruturação e sistematização dos dados econômicos do setor foi inaugurado nesta terça-feira (30) o Instituto para Fortalecimento da Agropecuária de Goiás (Ifag).

O Ifag foi fundado pela Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg), com Serviço Nacional de Aprendizagem Rural em Goiás (Senar Goiás) e a Associação dos Produtores de Soja e Milho (Aprosoja Goiás). No Brasil, existem alguns outros institutos similares ao Ifag, o Instituto Matogrossense de Economia Agropecuária (Imea), no Mato Grosso e o Departamento de Economia Rural (Deral), no Paraná.

Segundo o presidente da Faeg e também do Ifag, José Mário Schreiner, o Instituto trabalhará com pesquisa e estatística. “Quando trabalhamos com um setor moderno e dinâmico como o agropecuário devemos agir na vanguarda. Números e estudos são importantes, o Ifag nasce desta ideia de ser um fornecedor de dados que auxiliará nas discussões, nas tomadas de decisões e nos projetos não apenas aos produtores rurais, mas de toda a sociedade”, pontua.

O trabalho do Ifag será desenvolvido por dez profissionais com o levantamento de cotações dos principais produtos agropecuários de Goiás, no cálculo do Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP), levantamento dos custos de produção dos principais produtos agropecuários desenvolvidos em Goiás, dados do mercado atacadista e varejista dos principais produtos derivados do setor agropecuário, entre outro.

Social

Além das pesquisas, o Ifag conta com uma Casa de Apoio à Saúde Rural, localizada no setor Marista em Goiânia, que presta assistência à saúde da população rural, com o fornecimento de hospedagem, transporte e refeição as pessoas do campo que dirigirem à capital para tratamento médico. “A nossa casa acolhe o cidadão do campo quando ele mais precisa”, explica Schreiner.

 

Cejane Pupulin – Canal – Jornal da Bioenergia