Faesp/Senar-Sp Apresenta Na Agrishow Centro De Excelência Da Cana - 1

FAESP/SENAR-SP apresenta na Agrishow Centro de Excelência da Cana

Print Friendly, Pdf &Amp; Email

Começa hoje, segunda-feira (25 de abril) a Agrishow – 27ª Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação, em Ribeirão Preto, o maior evento do setor no País. O Sistema Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de São Paulo / Serviço de Aprendizagem Rural (FAESP/SENAR-SP) apresentará na Feira a implantação do Centro de Excelência da Cana-de-Açúcar. A instituição, que propiciará o desenvolvimento de novas tecnologias para o setor, é uma parceria da Federação com a Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR). O local de funcionamento será o Centro de Treinamento do SENAR-SP, também em Ribeirão.

O anúncio se soma a diversas atividades da Federação durante a Agrishow, que termina na sexta-feira (29 de abril). “A cidade é ideal para o funcionamento do novo organismo, pois é um grande cluster de cana-de-açúcar e agrega o que há de mais moderno na área no País”, afirma o presidente da Federação, Fábio de Salles Meirelles. O lançamento da pedra fundamental do Centro ocorrerá na quinta-feira, dia 28, partir das 12 horas.

De acordo com o gerente técnico do SENAR-SP, Jair Kaczinski, Ribeirão já é um grande polo produtor e tecnológico de cana-de-açúcar e o Centro de Excelência reforçará ainda mais essa posição. “A Agrishow, maior feira de tecnologia agrícola no Brasil, é o local ideal para oficializarmos a importante iniciativa”, ressalta ele. A previsão é de que de que o órgão comece a funcionar em dois anos, prevê o gerente técnico.

Desde o primeiro dia da Agrishow, a Federação receberá caravanas Sindicatos Rurais do Estado de São Paulo. No total, durante a semana 123 caravanas, de todas as regiões do Estado. As missões serão encaminhadas ao estande do Sebrae, onde, com o apoio da FAESP, ocorrerão as Rodadas de Negócios. O objetivo da ação é criar um canal para as empresas do setor venderem seus produtos e oferecerem seus serviços.

Na terça-feira à tarde, dia 26, em conjunto com o Sebrae, a FAESP/SENAR-SP também promoverá Oficina sobre o Selo Arte, criado para identificar e permitir o comércio nacional de alimentos de origem animal feitos de maneira artesanal. O Governo do Estado de São Paulo anunciou, no dia 23 de fevereiro último, o decreto de regulamentação da Lei de Produtos Artesanais de Origem Animal, aprovada em novembro do ano passado. “O decreto incluiu pontos que foram reivindicados pela FAESP, em sintonia com a demanda dos produtores paulistas, por normas modernas e simplificadas, que permitam a ampla regularização da atividade e ampliem as possibilidades de comercialização dos produtos art
esanais”, destacou o presidente da entidade.

Na quarta-feira (dia 27), a partir das 9h30, ocorrerá uma palestra com o ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), Augusto Nardes, com o tema “Novas Oportunidades para o Agronegócio”. O local será o estande do Instituto Agronômico de Campinas (IAC).

Outra grande atividade da FAESP na Agrishow será com a Comissão Especial Semeadoras do Agro, que lançou em 8 de março. Trata-se de um colegiado de caráter consultivo, vinculado à Presidência da Federação, com o objetivo de congregar mulheres, direta ou indiretamente ligadas ao campo, para subsidiar a entidade na implantação de ferramentas de valorização e empreendedorismo feminino do campo.

Está previsto, na quinta-feira, dia 28, um café-de-manhã, a partir das 8h30. com a presença empreendedoras do setor agropecuário. Na sequência, a partir das 10h15, ocorrerão uma série de palestras, com abertura da presidente da Virada Feminina, Marta Livia Suplicy, com o tema “Vulnerabilidade da Mulher no Campo”. Na sequência, ocorram outras palestras com especialistas que abordarão temas ligados à presença das mulheres no setor agropecuário.

Técnicos do Senar-SP estarão presentes diariamente no evento para dar orientações sobre temas como Treinamentos, Programas de Digitalização no Meio Rural, Meio Ambiente, Alfabetização e sobre todo o trabalho desenvolvido pela federação em prol da agropecuária paulista.

Kaczinski está otimista com a realização da 27ª edição da Agrishow, que retoma a presença do público, após dois anos de intervalo por causa da pandemia de Covid-19. “Com a ampla adesão à vacinação, acredito que a feira receberá grande público. O evento é a consolidação do agro como um setor essencial para o desenvolvimento econômico do País”, afirma o gerente técnico.

Veja Também

Cana No Cerrado - 10

Cana no Cerrado

A produtividade da cana-de-açúcar no Cerrado tem avançado consideravelmente. Graças por exemplo a nova geração …