Energia solar: empresas investem na construção de quatro usinas no interior paulista com foco no autoconsumo remoto

Print Friendly, PDF & Email

 Com previsão para início das operações até o final de 2021, as Usinas Aurora prometem aquecer o mercado de energia solar a partir da oferta de áreas já equipadas com sistemas fotovoltaicos destinadas ao autoconsumo remoto. Em parceria com a BLF Brasil Ltda – empresa de capital francês com investimentos em território nacional – a Quantum Engenharia trabalha desde o mês de março na construção das quatro unidades na cidade de Patrocínio Paulista, no interior de São Paulo.

O presidente da Quantum, Gilberto Vieira, revela que a capacidade de geração energética do complexo será de 4,1 Mega-watt-pico, seria o suficiente para atender o consumo anual de 2000 residências, e está disponível para locação das placas para empresas privadas. Em relação aos benefícios que a modalidade proporciona, Vieira destaca a economia de até 20% no valor da tarifa de energia, sem a necessidade de investimentos por parte do cliente. “O sistema de locação de áreas já estruturadas amplia de forma significativa o acesso da cadeia produtiva à modalidade de autoconsumo remoto, além de promover o consumo de energia limpa e renovável”, explica.

De acordo com o Estudo Estratégico desenvolvido pela Greener Consultoria sobre o mercado fotovoltaico nacional, a geração distribuída por meio do autoconsumo remoto, que em 2017 respondia por 11% do número de unidades produtoras, alcançou o percentual de 14% no primeiro semestre de 2021. Considerando a realidade que hoje representa a crise hídrica no país e o consequente impacto negativo provocado pelo aumento das tarifas de eletricidade, de um modo geral a energia solar vem ganhando espaço tanto entre os consumidores individuais quanto nos setores produtivos.

Sobre a modalidade de autoconsumo remoto

O autoconsumo remoto – assim como a geração compartilhada e a geração em condomínios – é uma modalidade de geração distribuída criada por meio da Resolução Normativa 687/2015 da ANEEL. A geração distribuída consiste na energia elétrica gerada no local de consumo ou próximo a ele, sendo que a fonte está conectada à rede de distribuição. Já a modalidade de autoconsumo remoto permite que os créditos de energia gerados dessa forma possam ser utilizados para compensar os gastos com energia elétrica de outro local. Com a condição de que as duas unidades consumidoras tenham a mesma titularidade.

As Usinas Aurora chegam no mercado com o objetivo de facilitar o acesso de empresas aos benefícios que a prática proporciona, usufruindo da redução dos custos com energia elétrica sem a necessidade de investimentos em estrutura, além de fomentar o uso de energias limpas e renováveis. (Assessoria)