Foto:Eduardo Cesar/Revista Pesquisa FAPESP)

CTC conquista selo de excelência para biotecnologia da cana

Print Friendly, PDF & Email

O Centro de Tecnologia Canavieira – CTC acaba de conquistar o selo ETS (Excellence Trough Stewardship) concedido a empresas que oferecem as melhores práticas em biotecnologia agrícola, sendo a primeira empresa brasileira a receber a certificação para o ciclo completo de uma cultura.

O certificado, fornecido por auditores independentes, atesta a alta qualidade de todo o processo do desenvolvimento dos produtos de biotecnologia e abrange o ciclo completo de vida da cana-de-açúcar GM – desde a descoberta do gene no laboratório, produção de mudas, comercialização, manejo do canavial à moagem.

Para receber este certificado, a empresa passou por uma ampla auditoria durante o período de agosto de 2019 a dezembro de 2020 em unidades no Brasil e nos EUA (CTC Genomics em Saint Louis).

“Segurança, gestão de qualidade, rastreabilidade, todo o processo é avaliado”, diz Silvia Yokoyama, diretora de Assuntos Regulatórios e Governamentais do CTC. “Stewardship pode ser traduzido como gestão responsável. Mas também como guardião da tecnologia. O nível de reconhecimento deste certificado é muito importante, inclusive para nos credenciar para o desenvolvimento de novas tecnologias e descobertas científicas”, diz Silvia. CTC