Comunidade da Rocinha, no RJ, ganha projeto de energia solar

Print Friendly, PDF & Email

WIN Solar, distribuidora de equipamentos com sede em Nova Iguaçu (RJ), apoia a iniciativa, que conta com a SOLFORTES no desenvolvimento do projeto e com a Solarize nos cursos de capacitação

A WIN Solar, distribuidora de equipamentos fotovoltaicos e pertencente ao Grupo All Nations, acaba de anunciar uma parceria com um dos projetos mais relevantes na área de sustentabilidade na comunidade da Rocinha, na cidade do Rio de Janeiro. A empresa integra o projeto Rocinha Solar, idealizado pela ONG Favela Solar e pela FAPERJ – Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ, que tem como objetivo democratizar o uso de energias renováveis e estimular o desenvolvimento profissional dos moradores do local no mercado de instalação de painéis fotovoltaicos.

A iniciativa na Rocinha prevê, além da profissionalização de moradores da comunidade, inserindo-os no mercado de energia solar, a instalação de duas usinas fotovoltaicas na comunidade (Acadêmicos da Rocinha e Igreja Batista), beneficiando diretamente as ONGS Rocinha Recicla e Pedrinho Social com geração própria de energia.

O projeto foi elaborado e desenvolvido pela empresa SOLFORTES, integrador de sistemas de energia solar em telhados e pequenos terrenos com atuação forte no estado do Rio de Janeiro. A companhia, inclusive, quer incentivar o empreendedorismo no setor e pretende transformar o profissional que se destacar no programa de capacitação em um representante da marca.

Já os cursos e oficinas serão coordenados e ministrados pela Solarize, empresa especializada em formação profissional e pioneira em cursos aos iniciantes na área de energia solar no Brasil.

A proposta dos idealizadores é também trazer mais visibilidade para a comunidade, possibilitando a chegada de outros projetos voltados para o desenvolvimento do local. Ao total, serão 130 profissionais formados, num primeiro momento, que serão capacitados para serem instaladores.

A participação da WIN Solar no projeto é parte dos programas de ESG do Grupo All Nations, distribuidora de equipamentos e tecnologias e que possui a marca da WIN Solar dentro da estrutura corporativa.

O projeto Rocinha Solar aposta na sustentabilidade energética da comunidade e na geração de renda por capacitação por meio da cooperativa de catadores Rocinha Recicla. Além da WIN Solar, SOLFORTES e Solarize, empresas como Solar Group, SINDISTAL, EGS e Grupo FRG integram o projeto como apoiadores.

Geração própria de energia solar no Rio de Janeiro

Segundo recente mapeamento da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR), o estado do Rio de Janeiro possui atualmente 52,9 mil conexões operacionais de energia solar em telhados, fachadas e pequenos terrenos. A região conta com 451,5 megawatts (MW) em operação nas residências, comércios, indústrias, propriedades rurais e prédios públicos.

Desde 2012, a geração própria de energia solar já proporcionou ao Rio de Janeiro a atração de aproximadamente R$ 2,4 bilhões em investimentos, geração de mais de 13,5 mil empregos e a arrecadação de mais de R$ 560,6 milhões aos cofres públicos.

A potência instalada no território fluminense coloca o estado na oitava posição do ranking nacional da ABSOLAR. Segundo a entidade, o Rio de Janeiro responde sozinho por 4,0% de toda a potência instalada de energia solar na modalidade.

Atualmente, são mais de 61,3 mil consumidores de energia elétrica que já contam com redução na conta de luz, maior autonomia e confiabilidade elétrica com o uso da geração própria de energia solar. (Assessoria)

Veja Também

Brasil ultrapassa os 2,5 milhões de sistemas solares fotovoltaicos instalados em casas e outros imóveis

Inversores híbridos são os mais indicados para as regiões Norte e Nordeste Os dados do …