CBENS: Maior evento científico de energia solar do Brasil será em Natal e abre inscrições no site

Print Friendly, PDF & Email

Natal vai sediar, pela primeira vez, o Congresso Brasileiro de Energia Solar (CBENS) e o público interessado em participar do evento já pode se inscrever online.

A programação será realizada entre os dias 27 e 31 de maio de 2024 no Praiamar Natal Hotel & Convention. De acordo com informações no site, trabalhos para possível apresentação no Congresso podem ser submetidos para avaliação até o dia 31 de outubro de 2023.

Esta será a 10ª edição do evento. A escolha da capital potiguar como sede foi defendida pelo Instituto SENAI de Inovação em Energias Renováveis (ISI-ER) no ano passado, durante Assembleia Geral Ordinária da Associação Brasileira de Energia Solar (ABENS), entidade promotora do Congresso.

O Instituto, sediado em Natal, é a principal referência do SENAI no Brasil em Pesquisa, Desenvolvimento & Inovação (PD&I) em energia eólica, solar e sustentabilidade. Entre os argumentos que apresentou para conquistar a aprovação da cidade-sede estão as atividades que desenvolve na maior rede de institutos privados do Brasil para PD&I da indústria – a rede de Institutos SENAI de Inovação – o alinhamento dessa atuação com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU, potenciais locais para visitas técnicas durante o evento, infraestrutura hoteleira e turística.

O evento
“Este é o maior evento de cunho científico e tecnológico do setor no Brasil e vai ocorrer em um contexto de retomada total das atividades pós pandemia”, frisa a coordenadora geral do X CBENS e pesquisadora líder do Laboratório de Energia Solar do ISI-ER, Samira Azevedo.

A pesquisadora afirma que trazer o Congresso para o Rio Grande do Norte “era um desejo antigo”. “O CBENS conta sempre com grandes atores da área e sediar a 10ª edição num dos estados que mais se destacam no Brasil em produção de energias renováveis é uma ótima oportunidade”, observa ela.

O evento será promovido com coordenação do ISI-ER e apoio institucional da Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte (FIERN), do SENAI, da Prefeitura de Natal, do SEBRAE RN, do governo do estado, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico (Sedec), do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio Grande do Norte (CREA-RN), da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR) e do Centro de Estratégias em Recursos Naturais & Energia (Cerne).

“O assunto energias renováveis é muito forte no Nordeste. Então trazer o Congresso para a região fortalece o laço com o ambiente mais limpo de geração de energia e, do ponto de vista da ciência, da tecnologia, traz uma série de ganhos, o que inclui a congregação de professores/as, pesquisadores/as e especialistas da área, a possibilidade de troca de experiências e de ampliação de laços entre entidades para novos projetos que se apresentem no futuro”, diz o diretor do SENAI-RN e do ISI-ER, Rodrigo Mello. (Assessoria)

Veja Também

Usinas CRV Industrial e Rubi S.A atualizam a certificação Kosher

Auditoria inspecionou todo o processo de produção e os insumos utilizados na fabricação de açúcar …