Atvos encerra Safra 2020/2021 com moagem de 26,7 milhões de toneladas de cana

Print Friendly, PDF & Email

A Atvos, entre as maiores produtoras de bioenergia do Brasil, encerrou a safra 2020/2021 com uma moagem de 26,7 milhões de toneladas de cana-de-açúcar, volume em linha com a safra anterior.  

Com rendimento industrial elevado (RTC – Recuperado Total Corrigido de 94,3%), a empresa alcançou 3,65 milhões de toneladas processadas de massa de ATR (Açúcar Total Recuperável), um aumento de 1,7% em relação à safra 2019/2020. Esse volume possibilitou a produção de mais de 2 bilhões de litros de etanol para comercialização no mercado doméstico brasileiro, sendo 83% etanol hidratado e 17% etanol anidro.  

Parte de nossa massa de ATR foi também convertida na produção de 426 mil toneladas de açúcar VHP,  82% acima do ciclo anterior, com sua totalidade destinada à exportação.  

Com um período seco prolongado, a disponibilidade climática foi 5,4% maior em relação à safra passada, o que contribuiu para baixa umidade no bagaço da cana-de-açúcar e resultou em maior eficiência na geração de energia elétrica, cuja produção registrou um aumento de 2% em relação ao ciclo anterior. Foram cogerados 2,8 mil Gwh de energia elétrica, sendo 69% exportada, um crescimento de 4,4% em relação à safra anterior.  

A Atvos ainda encerrou o período como a maior emissora de CBIOs (créditos de descarbonização do programa Renovabio), com 2,4 milhões de títulos emitidos e 1,8 milhão comercializados. (Assessoria de imprensa)