ABSOLAR fortalece atuação no território nacional com novo coordenador no estado da Bahia

Print Friendly, PDF & Email

Conselho da entidade nomeou Santiago Gonzalez Gil, que vai reforçar a colaboração regional no desenvolvimento de políticas públicas, programas e incentivos na área de energia solar

 Agora, associação possui representantes em 12 estados brasileiros

A Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR) fortalece a atuação no território brasileiro com o anúncio do novo coordenador no estado da Bahia. O conselho da entidade acaba de aprovar a nomeação do executivo Santiago Gonzalez Gil, CEO da Amara Net Zero.

“A proposta da entidade com os coordenadores estaduais é reforçar a colaboração regional no desenvolvimento de políticas públicas, programas e incentivos na área de energia solar, no sentido de promover o crescimento econômico e sustentável nos estados e, ao mesmo tempo, ampliar o mercado fotovoltaico de forma pulverizada no País. No total, a associação possui representação em 12 estados brasileiros”, conta Ronaldo Koloszuk, presidente do Conselho de Administração da ABSOLAR.

A energia solar no estado da Bahia possui atualmente uma potência instalada de 1,9 gigawatt (GW), somando as grandes usinas solares e os pequenos e médios sistemas de geração própria em telhados, fachadas e terrenos. Desde 2012, o setor solar fotovoltaico já gerou mais de 58,3 mil empregos acumulados, com investimentos da ordem de R$ 10 bilhões e uma arrecadação aos cofres públicos de mais de R$ 3,4 bilhões

Somente na geração própria de energia solar em telhados, fachadas e pequenos terrenos, o estado da Bahia já superou a marca de 587,1 megawatts (MW) instalados em residências, comércios, indústrias, propriedades rurais e prédios públicos, segundo mapeamento da ABSOLAR. Esse segmento já gerou mais de 17,6 mil empregos acumulados, com investimentos da ordem de R$ 3,1 bilhões e uma arrecadação aos cofres públicos de R$ 764,3 milhões

O território baiano é o estado brasileiro com maior potência operacional em grandes usinas e o sétimo colocado no ranking dos estados com maior potência instalada em geração distribuída no País, com 4,3% do total. São mais de 65,7 mil sistemas operacionais instalados e 91,6 mil unidades consumidoras de energia elétrica que já fazem uso da tecnologia, com redução na conta de luz, mais liberdade de escolha e mais sustentabilidade.

“Vale destacar, portanto, que o estado da Bahia é atualmente um ator principal na transição energética para contribuir com a descarbonização e o combate às mudanças climáticas na região. Por ser um relevante centro de desenvolvimento da energia solar, mantém um enorme potencial de geração de emprego e renda, com capilaridade para todos os municípios no estado, sendo uma atração de investimentos privados”, aponta o novo coordenador estadual da ABSOLAR na Bahia, Santiago Gonzalez.

O novo representante da ABSOLAR na Bahia integra a lista de coordenadores estaduais presentes no Acre, Ceará, Espírito Santo, Minas Gerais, Mato Grosso, Pará, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, São Paulo e Goiás. A intenção da entidade é cobrir todos os estados da federação. (Assessoria de Comunicação)

 

Veja Também

Usina Uruaçu distribuí peixes para colaboradores

Projeto “Peixes para todos” da unidade goiana entregou mais de sete toneladas A Uruaçu Açúcar …