Consumo de combustíveis cresce 6,6% no acumulado de 2021

Print Friendly, PDF & Email

Dados publicados pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) e compilados pela União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA) apontam que, em setembro de 2021, o consumo de combustíveis atingiu a marca de 4,38 bilhões de litros pela frota de veículos leves (ciclo Otto). O volume é 1,5% superior ao registrado no mesmo mês do ano anterior, quando foi registrado 4,32 bilhões de litros.

Do total, o consumo de hidratado somou 1,27 bilhão de litros em setembro, uma significativa queda de 25% quando comparado ao volume registrado no mês de setembro de 2020. O resultado é impulsionado pela perda competitividade do etanol em todos os principais centros consumidores frente ao concorrente fóssil. Importante ressaltar que os volumes publicados pela ANP estão alinhados com os números de vendas de etanol anunciados pelos produtores, a partir dos volumes registrados de entrega às distribuidoras. As vendas de gasolina C, por sua vez, também apresentou forte retomada, com aumento de 11,6% em relação a setembro de 2020.

No acumulado de janeiro a setembro de 2021, as vendas de combustíveis do ciclo Otto cresceram 6,60% em relação ao mesmo período de 2020, porém ainda estão 5,3% abaixo do registrado em 2019, momento pré-pandêmico.

O consumo de hidratado contabiliza retração de 4,3%, com total de 13,16 bilhões de litros – mesmo assim configura-se como a terceira maior demanda de hidratado na série histórica para o período de janeiro a setembro. A participação do hidratado e do anidro no ciclo Otto alcançou 45,0%.  Já a gasolina apresenta um crescimento acumulado de 10,7%, com o montante de 28,23 bilhões de litros de janeiro a setembro.

Ciclo Diesel

Assim como observado nos combustíveis leves, a demanda por diesel segue muito aquecida, e em setembro de 2021, o volume vendido cresceu 3,4% sobre o resultado observado em mesmo mês de 2020, atingindo 5,4 bilhões de litros. Volume, inclusive, 10,7% superior ao registrado em setembro de 2019.

No acumulado de janeiro a setembro de 2021, o consumo de diesel totalizou 46,45 bilhões de litros, com um significativo aumento de 9,7% em relação ao mesmo período ao ano anterior. Unica