Home » Empresas e Mercado » Mercado de energia solar busca mão de obra qualificada
foto ilustrativa

Mercado de energia solar busca mão de obra qualificada

Print Friendly, PDF & Email

De acordo com um estudo divulgado no ano passado pela Agência Internacional de Energia Renovável (IRENA), o Brasil é o segundo colocado no ranking dos países que mais empregam em energias renováveis, com mais de 934 mil postos de trabalho ligados à energia solar, eólica e outras fontes sustentáveis. O estudo cita ainda a energia solar fotovoltaica como a área da indústria de energia renovável que mais emprega em todo o mundo: em torno de 2,5 milhões de pessoas.

Os dados confirmam o que já é possível observar: um mercado aquecido, com oportunidades para empresas instaladoras e profissionais de vários níveis, mas que, apesar de promissor, ainda sofre com a falta de trabalhadores qualificados.

Para Pedro Pintão, sócio-diretor da Neosolar Energia, este fenômeno ocorre por se tratar de um mercado relativamente jovem e que tem necessidade de expansão imediata. No Brasil a demanda é gigante, e a mão de obra, quase inexistente.

Segundo Pintão, foi pensando nisso que a Neosolar, que já atua na área e é uma das pioneiras no Brasil na oferta de soluções completas de energia solar, teve a preocupação de fomentar toda a cadeia produtiva, inclusive com um braço focado integralmente em desenvolver e profissionalizar pessoas por meio de seus cursos e programas de parceria com instaladores.

Desde 2013, a empresa já formou mais de 400 profissionais em cursos de sistemas off grid (Sistemas Isolados, que não são conectados à rede). E para expandir ainda mais a área de treinamentos, incluirá em sua grade, em 2016, o curso prático de instalação de sistemas grid tie (sistema conectado à rede que substitui ou complementa a energia elétrica convencional disponível na rede elétrica).

O novo curso tem duração de quatro dias e possui módulos teóricos e práticos. Em 2016 os cursos serão ministrados na nova sede da Neosolar, com uma área totalmente dedicada aos treinamentos, em São Paulo. Neosolar