São Martinho adere ao Pacto Global da ONU no Brasil

Print Friendly, PDF & Email

A mais importante iniciativa de sustentabilidade corporativa do mundo conta agora com a participação de um dos maiores grupos sucroenergéticos do país

A São Martinho, um dos maiores grupos do setor sucroenergético brasileiro, acaba de ingressar no Pacto Global da ONU no Brasil, iniciativa da Nações Unidas (ONU) junto à comunidade empresarial para promoção e adoção dos Dez Princípios universalmente aceitos nas áreas de direitos humanos, trabalho, meio ambiente e combate à corrupção.

A empresa acredita que o cuidado com as pessoas e o meio ambiente são atitudes essenciais para o sucesso do seu negócio e, ao integrar o Pacto Global, a Companhia se compromete a reportar anualmente o progresso de suas práticas em relação aos Dez Princípios da ONU.  “É muito importante fazer parte desta comunidade de empresas que, voluntariamente, firma um pacto para compartilhar, trocar e aprofundar experiências e práticas que estimulam a evolução constante da sustentabilidade. É essa a crença da São Martinho, que busca gerar valor para a sociedade, cuidando das pessoas, do meio ambiente e do seu negócio”, declara Agenor Cunha Pavan, Vice-Presidente e Superintendente Agroindustrial da São Martinho.

Esta iniciativa é consequência da estratégia de atuação da São Martinho com relação aos temas ESG que, conectada à Agenda 2030 e aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas, expressam o compromisso da Companhia com a inovação, tecnologia, gestão de pessoas, diversidade, desempenho econômico do negócio, mudanças climáticas, gestão dos recursos hídricos e segurança no trabalho.

A materialização dessa estratégia é observada em práticas sociais, ambientais e de governança implementadas pela Companhia, tendo como exemplo: plantio de cerca de 4,7 milhões mudas de árvores desde 2000; construção dos Centros de Educação Ambiental, com recebimento de mais de 120 mil visitantes; realização de Painéis de Relacionamento e Ações de Qualificação junto às Comunidades no entorno de nossas unidades; Preparo reduzido de solo e manejo conservacionista; Manejo integrado de pragas; Economia Circular com reaproveitamento de 99% dos resíduos gerados; Otimização de captação e reuso de águas; entre outros.

A Companhia ainda investe constantemente em soluções inovadoras, que contribuem para a sustentabilidade do seu negócio, como: Investimento em fontes de energia renovável com a construção da planta de etanol de milho na Usina Boa Vista, em Quirinópolis (GO), e da nova unidade termoelétrica da Usina São Martinho, em Pradópolis (SP); Aumento de Produtividade da lavoura; Agroindústria 4.0 com automação agrícola e agricultura de precisão; Instalação dos Centros de Operação Agrícola e Industrial; Conectividade em Rede 5G; entre outros.

“A sustentabilidade é intrínseca ao Jeito de Ser São Martinho e buscamos continuamente evoluir na nossa jornada ESG. É por isso que nossa adesão às premissas ambientais, sociais e de governança, no processo de planejar o futuro, tem ganhado força nos últimos anos”, explica Oscar Paulino, gerente de Sustentabilidade da São Martinho.

Sobre o Pacto Global das Nações Unidas

Como uma iniciativa especial do Secretário-Geral da ONU, o Pacto Global das Nações Unidas é uma convocação para que as empresas de todo o mundo alinhem suas operações e estratégias a dez princípios universais nas áreas de direitos humanos, trabalho, meio ambiente e anticorrupção. Lançado em 2000, o Pacto Global orienta e apoia a comunidade empresarial global no avanço das metas e valores da ONU por meio de práticas corporativas responsáveis. Com mais de 16 mil empresas e quase 4 mil organizações não-empresariais, distribuídas em 70 redes locais, que abrangem quase 170 países, é a maior iniciativa de sustentabilidade corporativa do mundo. Para mais informações, siga @globalcompact nas mídias sociais e visite o website www.unglobalcompact.org

O Pacto Global da ONU Brasil foi criado em 2003, e hoje é a terceira maior rede local do mundo, com mais de 1.600 participantes. Os mais de 40 projetos conduzidos no país abrangem, principalmente, os temas: Água e Saneamento, Alimentos e Agricultura, Energia e Clima, Direitos Humanos e Trabalho, Anticorrupção, Engajamento e Comunicação. Para mais informações, siga @pactoglobalbr nas mídias sociais e visite o website em www.pactoglobal.org.br. (Assessoria)

Veja Também

CRV Industrial mineira começa a safra 2024

Em sua quinta edição, usina espera aumentar a moagem A safra de 2024, a quinta …