Ranking mundial de energia solar: Brasil avança

Print Friendly, PDF & Email

Relatório publicado pela IRENA (Agência Internacional de Energia Renovável) mostra que o Brasil subiu seis posições no ranking mundial de capacidade operacional de energia solar. No ano passado ficou na 8ª colocação.  Um fato inédito na história da energia solar no Brasil, ao ficar entre os dez primeiros. Com essa marca, o País está a frente de Espanha, Grã-Bretanha, Holanda,  França, Vietnã e Coreia do Sul. Já as cinco primeiras posições deste ranking seguem ocupadas por China, Estados Unidos, Japão, Alemanha e Índia. O levantamento da Agência mostra ainda que em 2022, a capacidade de energia renovável em todo o mundo teve um crescimento recorde: 9,6% e um incremento de 295 GW.  As fontes solar e eólica responderam por 90% deste total.

Veja como está o ranking com base no que foi levantado pela IRENA: China: 392 GW-EUA: 111 GW-Japão: 78,8 GW-Alemanha: 66,5 GW-Índia: 62,8 GW-Austrália: 26,7 GW-Itália: 25 GW
Brasil: 24 GW-Holanda: 22,5 GW-Coreia do Sul: 20,9 GW.

CANAL-JORNAL DA BIOENERGIA

Veja Também

Brasil alcança 6ª posição no ranking global de energia solar

País ganhou duas colocações no TOP 10 mundial; confira o levantamento completo da Agência Internacional …