Programa Capacitar da Cooper-Rubi oferece melhor qualidade de vida para os alunos

Print Friendly, PDF & Email

Ficar mais de sessenta dias sem ver os filhos era a rotina para Francislaudo Silva Vitorino, de 34 anos, que é pai de duas crianças.  Mas agora, depois de participar do Programa Capacitar, isso não é mais realidade. “Não durmo mais na estrada ou no caminhão, sempre em casa, trabalho apenas oito horas por dia”, conta feliz.

Francislaudo era motorista estradeiro há quase uma década, desde 2013, mas em 2022, fez o curso de capacitação oferecido pela Cooper-Rubi, em Rubiataba (GO), mudou o rumo da profissão e o tirou dos perigos da vida da estrada. “Depois do curso, pela primeira vez, eu estava na cidade e pude acompanhar a apresentação do Dia dos Pais da minha filha de oito anos. Foi muito emocionante”, revela.

Para ele, o Capacitar não melhorou apenas a sua vida familiar, mas também aprimorou o currículo. “Comparar dirigir no asfalto e estrada não pavimentada são bem diferentes, em especial, com o caminhão cheio de cana. As aulas teóricas ajudam muito, mas ter um monitor nas aulas práticas para tirar nossas dúvidas, passar conhecimento e segurança para todos os alunos, potencializando a informação oferecida”, conta.

O Programa

Para promover a qualificação da população da comunidade de Rubiataba e região, a Cooper- Rubi desenvolve o Programa Capacitar. Todos os cursos são gratuitos.

Neste ano, a unidade está desenvolvendo três capacitações – motorista canavieiro, operador de maquinas e auxiliar de mecânico.

As primeiras turmas iniciaram na entressafra de 2022 e Francislaudo foi um dos 25 alunos da unidade – 13 fizeram o curso de motorista e outros 12 de mecânica básica de veículos automotores, máquinas e implementos agrícolas.

Capacitação

No Brasil, o setor de produção de biocombustíveis é um dos que mais enfrenta dificuldades com a falta de mão de obra qualificada. A conclusão está na Sondagem Especial – Falta de Trabalhador Qualificado, da Confederação Nacional da Indústria (CNI).No caso específico do setor sucroenergético, muitas usinas procuram resolver o problema capacitando trabalhadores através da oferta de cursos nas mais diversas áreas, como é o caso da Cooper. Dos profissionais capacitados em 2022, nove fazem parte do quadro de funcionários. (Assessoria)

Veja Também

Usinas CRV Industrial e Rubi S.A atualizam a certificação Kosher

Auditoria inspecionou todo o processo de produção e os insumos utilizados na fabricação de açúcar …