Datagro

Plínio Nastari é o novo Conselheiro do CNPE

Print Friendly, PDF & Email

Nomeado novo conselheiro do Conselho Nacional de Política Energética – CNPE, o presidente da consultoria Datagro, Plínio Nastari destacou com exclusividade à Agência UDOP de Notícias, no início da tarde desta sexta-feira (18), que dentre suas principais bandeiras junto ao Conselho, presidido pelo próprio Ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, estará a de firmar as energias limpas e sustentáveis na matriz energética brasileira.

“O Brasil tem uma oportunidade grande de se firmar como campeão em energias limpas e sustentáveis, alinhado aos compromissos que o país assumiu, inclusive, junto aos recentes acordos climáticos, como a COP21”, destacou Nastari.

Para o novo conselheiro do CNPE, outros desafios esbarram também em regulações de mercado que permitam o retorno dos investimentos privados, ” em condições de mercado”, bem como com segurança jurídica que possam alavancar as fontes de energia limpas e abundantes no Brasil.

“Não apenas os biocombustíveis, mas também as energias limpas como a eólica, o biogás, o biometano, a bioeletricidade, o biodiesel, bioquerosene, enfim, uma infinidade de fontes que precisam de regulações e garantias”, explicou Plínio Nastari, destacando ainda a importância de não se confundir regulação com intervenção.

Para o novo conselheiro do CNPE, o atual governo, liderado por Michel Temer, e na área energética pelo Ministro Fernando Coelho, tem demonstrado muitos avanços na área da adoção de políticas energéticas de longo prazo e que garantam os investimentos privados tão necessários e escassos, graças a políticas de liberalização não eficientes nos últimos 25 anos, pelo menos.

O presidente executivo da UDOP, Antonio Cesar Salibe ligou pessoalmente para cumprimentar a nomeação de Plínio Nastari para tão importante conselho, na certeza de que a escolha não poderia ter sido mais acertada. “Quero de público desejar um ótimo trabalho ao Dr. Plínio Nastari junto ao Conselho Nacional de Políticas Energéticas e parabenizar também a visão do Ministro Fernando Coelho, pela escolha mais do que precisa”, finalizou Salibe.

 Agência UDOP de Notícias