Ondas de calor fazem energia solar bater recorde no Brasil

Print Friendly, PDF & Email

Nos últimos dias, o Brasil tem enfrentado uma intensa onda de calor, levando o consumo de energia a alcançar um novo marco. Em dados divulgados pelo ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico), foi constatado que o consumo atingiu 102.478 MW na última sexta-feira, às 14h37. Uma notícia positiva é que 92,5% da demanda foi suprida por fontes de energia renovável.

Anteriormente, o pico de consumo havia sido registrado em 7 de fevereiro, chegando a 101.860 MW. Já o recorde de carga média ficou em 91.338 MWmed. Esses picos de consumo têm sido observados pelo Operador desde novembro, decorrentes da persistente onda de calor. Por exemplo, em 14 de novembro, a demanda chegou a 101.475 MW.

A energia solar tem crescido rapidamente no Brasil. Em março, o país registrou a marca histórica de 40 gigawatts (GW) de capacidade instalada da fonte, segundo levantamento da ABSOLAR. O volume soma sistemas de geração própria de energia em telhados, fachadas e pequenos terrenos, modalidade conhecida como geração distribuída (GD), e grandes usinas solares, em geral contratadas nos leilões centralizados promovidos pelo governo federal. A maior parte dessa potência vem do segmento de GD, que totalizam 27,5 GW de capacidade instalada. Já na geração centralizada, o Brasil possui cerca de 12,5 GW de potência instalada em usinas solares de grande porte. (Assessoria Desperta Energia)

Veja Também

Agricultor familiar que usa painéis solares terá desconto na conta de luz

Medida foi aprovada pelo Senado com o objetivo de estimular fontes limpas de energia Famílias …