McDonald’s de Jaguariúna agora tem ponto de carregamento para carro elétrico

Print Friendly, PDF & Email

Abastecido com energia renovável, o eletroposto, instalado no estacionamento do restaurante, em parceria com a EDP, está disponível para toda a população

O McDonald’s de Jaguariúna dá mais um importante passo em direção a um mundo mais sustentável. Agora o estacionamento do restaurante possui um ponto de carregamento para carros elétricos com energia de fontes renováveis. A novidade foi instalada em parceria com a EDP, empresa que atua em todos os segmentos do setor elétrico e já abastece a unidade de Jaguariúna com energia renovável.


A iniciativa surge para contribuir com o aumento do número de pontos de carregamento na região, um desafio do setor, além de ter como seu maior motivador a preservação do meio ambiente. Segundo a Associação Brasileira do Veículo Elétrico (ABVE), no primeiro semestre de 2022, a venda de eletrificados, veículos 100% a bateria e híbridos, cresceu 47% em comparação ao mesmo período de 2021, mas a escassez de pontos ainda é um desafio.

Na cidade, a unidade já atua de forma consistente em prol do meio ambiente e da comunidade, com a criação de uma praça para ampliar a presença de árvores na região, espaço pet friendly (McPet), além de atender as medidas já propostas pela Arcos Dorados, franquia responsável pela operação do McDonald’s em 20 países da América Latina e Caribe, como captação de água da chuva para uso interno e a redução do uso de utensílios plásticos.

A instalação do ponto de carregamento se soma a uma série de iniciativas sustentáveis da Arcos Dorados que, através da parceria com a EDP, já possui 35 pontos abastecidos com energia solar através das 3 usinas solares inauguradas esse ano, com capacidade anual de geração de 11.726 MWh/ano, que atendem exclusivamente a demanda de energia dos restaurantes McDonald’s em São Paulo e Minas Gerais.

As iniciativas de eficiência energética contribuem para a empresa alcançar as metas estabelecidas na Receita do Futuro, sua estratégia de atuação ESG, como a redução de 36% de emissões de gases de efeito estufa de sua operação direta, além de 31% das emissões de toda sua cadeia, até 2030. Esses objetivos também estão vinculados ao primeiro Sustainability Linked Bond emitido pela empresa em abril deste ano, um movimento que reforça seus compromissos e a torna a primeira do setor a associar um instrumento financeiro com objetivos ambientais.

Pensando nisso, o empresário José Saltini, franqueado operador do McDonald’s na região de Jaguariúna, estudou a possibilidade de instalar o ponto de carregamento. “Fizemos um estudo aprofundado, em parceria com a EDP, para avaliarmos a viabilidade do projeto. Considerando nossa localização, porta de entrada do Circuito das Águas, importante corredor turístico e com grande fluxo de veículos, entendemos que este poderia ser um local estratégico para a instalação de um ponto de carregamento”, afirma José Saltini.

“Na EDP, estamos comprometidos com o futuro do planeta e temos direcionado a nossa atuação à descarbonização e à transição energética. Isso inclui as nossas operações e as da nossa cadeia de valor. Vemos de maneira muito positiva essa oportunidade de oferecer soluções e contribuir para que nossos clientes também tenham operações cada vez mais sustentáveis por meio do uso de energia renovável”, reforça Diogo Baraban, Diretor Comercial da EDP no Brasil.

Para Marie Tarrisse, Gerente Sênior de Impacto Social e Desenvolvimento Sustentável da Arcos Dorados no Brasil, a iniciativa vai além do cumprimento de metas. “Na Arcos Dorados, buscamos ser parte ativa da solução para os desafios da nossa sociedade. Para isso, usamos nossa escala e representatividade para implementar e promover mudanças que gerem impacto positivo e estamos cada vez mais comprometidos em expandir iniciativas como essa realizada na unidade de Jaguariúna”, comenta Marie.

“O uso de fontes renováveis e a eficiência energética fazem parte da nossa estratégia ESG e trabalhamos para criar soluções que atendam as demandas de preservação do meio ambiente, aliadas ao conforto e a conveniência dos clientes”, conclui o franqueado.

Veja Também

BP Bunge investe mais de R$ 100 milhões em projeto de transformação digital no campo

– A BP Bunge Bioenergia, uma das líderes no país nos mercados de etanol, açúcar …