Mato Grosso Do Sul Isenta Microgeração De Icms - 1

Mato Grosso do Sul isenta microgeração de ICMS

Print Friendly, Pdf &Amp; Email

O Mato Grosso do Sul se juntou a lista dos estados que isentaram a microgeração de energia elétrica do Imposto Sobre Circulação de Mercadoria e Serviços (ICMS). A partir de agora consumidores residenciais, comerciais e de empreendimentos rurais que investirem na microgeração de energia elétrica renovável, como a energia solar fotovoltaica pagarão apenas o imposto sobre a energia consumida e, com a geração excedente, acumula créditos junto à distribuidora que podem ser usados como abatimento.

O consumidor que optar por gerar a própria energia por meio de fontes renováveis pode trocar com a concessionária local seu excedente e obter descontos na conta de luz. O abatimento ocorre por meio da isenção do ICMS sobre a energia elétrica trocada entre consumidor e distribuidora.

Atualmente existem 143 projetos de microgeração de energia elétrica renovável em Mato Grosso do Sul. O titular da Secretaria de Desenvolvimento e Meio Ambiente de MS (Semade), Jaime Verruck, salientou que com a permissão da compensação e a isenção do ICMS, a expectativa é aumentar a procura por investimentos nessa tecnologia. “Já temos alguns empreendimentos de usinas solares fotovoltaicas previstos para MS e um deles é na região de Cassilândia e Paranaíba. O governador nos solicitou e vamos criar um programa estadual de energias renováveis, pois além da energia fotovoltaica, temos outros projetos de biomassa previstos”. (Ambiente Energia)

Veja Também

Mato Grosso Do Sul Isenta Microgeração De Icms - 10

Novo estudo feito na UFMG revela qual sistema fotovoltaico é o mais eficaz

Trabalho acadêmico testou as taxas de produtividade e desempenho energético de 33 tecnologias fotovoltaicas diferentes …