Home » Energia » Furnas realiza obras de reforço e modernização no sistema de transmissão de Goiás e do Distrito Federal

Furnas realiza obras de reforço e modernização no sistema de transmissão de Goiás e do Distrito Federal

Print Friendly, PDF & Email

 

Furnas começa a nova fase do Plano Geral de Empreendimentos de Transmissão em Instalações em Operação (PGET), que teve início em 2011 com a implantação de melhorias e reforços em ativos de transmissão da empresa por todo o Brasil.  Nos próximos quatro anos estão previstos investimentos de R$ 1,96 bilhão. Deste total, mais de R$ 208 milhões serão destinados para reforço de transmissão no sistema Goiás-Tocantins-Mato Grosso-Distrito Federal. O valor corresponde a 11% dos aportes previstos para o PGET.

O PGET foi criado para a condução simultânea e integrada de reforços e melhorias em instalações em operação de Furnas. Até julho de 2016, 146 projetos de ampliação e modernizações foram executados, com instalação de cerca de 2.450 equipamentos, parte em substituição de equipamentos com vida útil vencida ou obsolescência e parte em equipamentos novos, num investimento de quase R$ 2 bilhões.

No Distrito Federal, as subestações de Brasília Geral, Brasília Sul e Samambaia receberão e substituirão transformadores de força (05), equipamentos de manobra (176), transformadores para instrumentos (141) e para-raios (134). Ao todo serão realizadas 27 obras, com destaque para 10 empreendimentos na Subestação de Brasília Sul.

Até o momento, já foram investidos cerca de R$  197 milhões de um total de aproximadamente R$  304 milhões até 2019 em melhorias no Distrito Federal. Com esses reforços e melhorias será possível garantir maior confiabilidade no suprimento de energia elétrica à capital federal.

“Furnas é uma das principais empresas do sistema elétrico brasileiro. Por esta razão, a eficiência operacional dos empreendimentos sempre foi e será uma prioridade para a companhia, para que possa continuar alcançando os resultados expressivos em termos de eficiência e confiabilidade”, afirma Luiz Antonio Buonomo de Pinho, superintendente do Escritório de Projetos de Furnas.

Em Goiás, 10 subestações passarão por 27 obras de reforços e melhorias. Na SE Bandeirantes já foram substituídos 64 equipamentos e outros 49 ainda serão trocados, o que trará maior confiabilidade e qualidade ao suprimento da região de Goiânia. Furnas já investiu mais de R$  134 milhões no estado de um total de cerca de R$ 215 milhões até 2019.

Furnas também realizará investimentos em novos equipamentos em subestações da CELG – Centrais Elétricas de Goiás acessadas pela empresa, com vistas a reforçar o abastecimento a essa distribuidora, que atende a todo o estado de Goiás. Nas subestações de Águas Lindas (230 kV), Parque das Emas e Rio Claro, ambas em 138 kV, pertencentes à distribuidora, foram instalados 6 disjuntores, 24 secionadores, 32 transformadores para instrumentos e 18 para-raios. Com issoa conexão a essas subestações, que atualmente é feita em simples derivação (“taps”) nas linhas de transmissão, será substituída por um “loop” formado por novos trechos de linhas de transmissão e novos equipamentos nos vãos de entrada nas subestações, garantindo assim maior confiabilidade ao suprimento àquela região.

 

 

 

Assessoria de imprensa