Fco Rural: Aprovados R$ 105,8 Milhões Para Novos Financiamentos Em Goiás - 1

FCO Rural: aprovados R$ 105,8 milhões para novos financiamentos em Goiás

Print Friendly, Pdf &Amp; Email

Os novos financiamentos aprovados para o Fundo Constitucional do Centro-Oeste (FCO), modalidade Rural, em Goiás, somam R$ 105,8 milhões e prometem gerar 140 empregos diretos em 45 municípios. Os números resultam de 97 projetos deferidos pela Câmara Deliberativa do Conselho de Desenvolvimento do Estado, em reunião na quinta-feira (24/3). Do total de recursos a serem emprestados, 80,9% se destinam a estabelecimentos de mini, pequeno e pequeno-médio portes.

A produção de grãos é a atividade contemplada com a maior fatia de recursos (76,1%) e também a que projeta o maior número de empregos a serem gerados (107). Na sequência estão a bovinocultura de corte (20,8% dos recursos) e a avicultura (3,1%). Os autores dos projetos aprovados pretendem investir os recursos em financiamento de máquinas e implementos, matrizes, correção de solo, irrigação, benfeitorias, sistemas fotovoltaicos, pastagens, reprodutores e outros itens.

À exceção da Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno (Ride), todas as outras regiões goianas têm projetos aprovados para captação junto ao Fundo Constitucional do Centro-Oeste, em sua modalidade Rural. Nesta rodada, os dez municípios com maiores volumes de financiamentos deferidos são: Rio Verde, Jataí, Aporé, Araguapaz, Santa Helena de Goiás, Nova Crixás, Piranhas, Edeia, Mineiros e São João da Paraúna.

“Estes recursos com melhores condições de pagamento são fundamentais para a produção agropecuária. Eles possibilitam a renovação e a modernização das frotas agrícolas, a melhoria genética dos rebanhos, o investimento em novas tecnologias, como sistemas fotovoltaicos e biodigestores. A maior parte dos recursos são destinados aos pequenos produtores, ou seja, os governos estadual e federal apoiam verdadeiramente quem mais precisa”, acrescenta o secretário estadual de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tiago Mendonça.

Em 2022, a Câmara Deliberativa do Conselho de Desenvolvimento do Estado já aprovou 210 cartas-consulta ao FCO Rural (75% a mais que no mesmo período de 2021), totalizando R$ 219,2 milhões em financiamentos autorizados (alta de 129,5% em relação ao mesmo período do ano passado).

Saiba mais
O Fundo Constitucional do Centro-Oeste (FCO) foi criado pela Constituição Federal de 1988 e regulamentado pela Lei nº 7.827, de 27/09/1989. Seu objetivo é promover o desenvolvimento econômico e social dos Estado de Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul e do Distrito Federal, mediante programas de financiamento aos setores produtivos. É dividido em duas modalidades, FCO Empresarial e FCO Rural, abastecidas com recursos provenientes de alíquotas de 0,6% do Imposto de Renda (IR) e do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), bem como dos retornos dos financiamentos. Podem pleitear recursos do FCO: produtores rurais e empresas, pessoas físicas e jurídicas, e cooperativas de produção.

Os números citados acima não incluem projetos aprovados e financiamentos autorizados na Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno (Ride). (Seapa) – Governo de Goiás

Veja Também

Wenderson Araujo-Cna

Autorizados R$ 181 milhões em financiamentos do FCO Rural para Goiás

Estabelecimentos agropecuários que tiveram projetos deferidos podem captar recursos para aquisição de máquinas e implementos, …