Equilíbrio vai retomar investimentos no setor sucroenergético

Print Friendly, PDF & Email

A expectativa do setor sucronergético em recobrar o fôlego ainda neste ano e que foi anunciada nos últimos meses pelo secretário de Agricultura e Abastecimento, Arnaldo Jardim e também pelo governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, estimularam a retomada dos investimentos pela empresa Equilíbrio, de Sertãozinho-SP.A fabricante acaba de confirmar a expansão de sua capacidade produtiva.

Dentre as ações do plano de investimentos está a aquisição de uma nova tecnologia inglesa para fabricação de telas que conseguiu ampliar em até cinco vezes a capacidade de produção da Equilíbrio. O equipamento de última geração, além de ser bem mais robusto do que os anteriores, possui maior rotação de trabalho, acelerando significativamente o tempo de processo.

Para Luís Carlos Júnior, diretor comercial da Equilíbrio, “mediante os recentes investimentos, já é possível ter um domínio maior no tempo de fabricação dos equipamentos da marca e o controle da qualidade do processo como um todo”, disse, se referindo ao processo de produção 100% verticalizado.

Outro investimento que contribuiu para otimizar a verticalização do processo produtivo foi a aquisição de uma laminadora altamente tecnológica responsável pela conformação dos arames, matéria-prima para a fabricação das telas, componente fundamental na linha de Peneiras Rotativas.  “Hoje, essas aquisições nos possibilitam oferecer, por exemplo, para o mesmo equipamento, conceitos de telas diferentes, que influenciam diretamente na eficiência de filtração e também no aumento da vida útil das telas”, explicou.

Além de estar pronta para atender a demanda que começou a dar sinais de recuperação, a expectativa da Equilíbrio é se destacar no mercado com alguns diferenciais. “Nosso prazo de entrega já foi reduzido em até 3 vezes e a flexibilidade nas negociações tem alavancado novos negócios, já que possuímos domínio do começo ao fim do processo de produção sem depender de terceiros”, argumentou o diretor.

 

 

Assessoria de imprensa

Veja Também

BP Bunge investe mais de R$ 100 milhões em projeto de transformação digital no campo

– A BP Bunge Bioenergia, uma das líderes no país nos mercados de etanol, açúcar …