iStock
iStock

Energia solar proporciona eficiência energética e economia de até 15% na conta de luz

Print Friendly, PDF & Email

●     Cerca de 4% dos consumidores mineiros já utilizam energia solar e economizam na conta de energia usando fonte mais competitiva.  São consumidores que contribuem com o meio ambiente usando uma energia renovável.

Os consumidores brasileiros buscam cada vez mais por alternativas de eficiência energética que reúnam dois princípios: fontes renováveis, como a energia solar, e alívio financeiro, com economia na conta de luz. Para auxiliá-los nessa tarefa, há diversas medidas recomendadas por especialistas. A Detronic Energia, empresa de soluções em energia renovável, listou algumas ações que podem fazer toda a diferença.

●       Trocar todas as lâmpadas incandescentes e fluorescentes por LED.

●       Manter os aparelhos desligados da tomada quando não estão em uso.

●       Otimizar o uso de eletrodomésticos, como as máquinas de lavar roupa e louças, acumulando maior volume de itens.

●      Conservar o ar-condicionado com a manutenção em dia, trocar o filtro no período correto, além de não deixar portas e janelas do ambiente refrigerado abertas.

●    Dar preferência a aparelhos mais modernos e com o selo de eficiência Procel.

●       Evitar banhos quentes longos.

●       Aproveitar ao máximo a luz natural.

●       Utilizar energia solar.

“E quando falamos de eficiência energética, é possível fazer mais do que apenas evitar o desperdício de energia. O consumidor também pode optar por usar eletricidade de fontes limpas, como a solar. Além do aspecto sustentável, essa fonte proporciona economia”, acrescenta André Barreto, CEO da Detronic. Já são mais de 2,5 milhões de unidades consumidoras no País utilizando a energia do sol e conseguindo economizar com energia. Entre os clientes da Detronic, a economia chega a 15%. A redução na conta de luz com o uso da energia solar é possível porque a fonte de geração se tornou uma das mais competitivas do País. Além disso, com a eletricidade fotovoltaica é possível ter liberdade de escolha, sendo uma alternativa além do mercado cativo: em que uma concessionária de energia tem o monopólio da região e fornece o insumo para o consumidor sem que ele possa escolher de qual empresa quer adquirir a eletricidade. Este mercado enfrenta um cenário de aumentos constantes nas contas de luz do Brasil inteiro, segundo os dados da Agência Nacional de Energia Elétrica. A Associação dos Grandes Consumidores Industriais de Energia e de Consumidores Livres (ABRACE) calcula uma alta acumulada de 47% nas contas de energia dos brasileiros nos últimos cinco anos.

Em Minas Gerais, por exemplo, os consumidores enfrentam desde o final de maio uma revisão tarifária média de 15,55% nas contas de luz da Companhia Energética de Minas Gerais (CEMIG) – os mais de 340 mil consumidores que já utilizam energia solar terão esses impactos reduzidos, por conta dos benefícios da geração de energia para consumo próprio. Para aderir, é simples, basta optar pelo serviço por assinatura, de forma similar ao que já ocorre com os planos de internet e streamings.

“A forma como consumimos energia elétrica está mudando, o movimento é parecido com aquele que aconteceu com a telefonia no passado. O consumidor que antes só contava com serviços de uma empresa que detinha o monopólio da sua região, passou a poder contratar planos de companhias diversas,” conclui Barreto.

Além da redução na conta de energia e dos benefícios ambientais de utilizar uma fonte renovável de energia, a depender da empresa escolhida, essas pessoas têm outras vantagens, como descontos nas compras do dia a dia e cashback com clubes de benefícios que permitem oferecer ainda mais economia para o orçamento doméstico.

Um exemplo desses benefícios é o Clube Certo, disponível para consumidores da Detronic. Trata-se de uma plataforma que concede aos usuários descontos em farmácias, postos de gasolina, em lojas de produtos para os pets, em restaurantes e lojas de eletrodomésticos. São descontos em produtos do dia-a-dia e constantes nas despesas das famílias. Divulgação

Veja Também

André Rocha assume Presidência da Fieg

André Rocha, Presidente-Executivo do Sifaeg e do Sifaçúcar, assumiu hoje (05) a presidência da Federação …