Energia solar na preservação do meio ambiente e sustentabilidade

Print Friendly, PDF & Email

A discussão acerca da preservação do meio ambiente e cuidados para a busca de recursos renováveis tornou-se uma pauta permanente também na forma de obter energia elétrica. O aumento do consumo de energia, em razão do consumismo acelerado, tem provocado a construção de mais usinas hidrelétricas. As usinas não poluem o ar, mas causam enormes impactos ambientais, em virtude da quantidade de água represada a fim de mover as turbinas na produção da energia elétrica. A utilização de energia solar é uma forma de amenizar esse impacto.

O impacto da energia solar na vida humana e no ambiente é muito menor e é uma forma de energia que não se esgota, é por isso que ela é classificada como uma energia limpa e renovável. Ela não libera gases, não produz ruídos, não polui o ar, nem a terra e água, não interfere no aquecimento global e nem mesmo tem relação com a produção de chuva ácida ou de camadas de poluição nas grandes cidades do mundo.

Outa condição favorável é o pouco espaço necessário para a implantação de um sistema fotovoltaico. O que acaba não impactando o local onde são instaladas em comparação ao método mais utilizado que são as usinas hidroelétricas.

“É necessária uma área muito pequena para produzir energia solar. Não gera barulho, além disso é muito mais fácil prever os movimentos solares do que a força do vento. Por isso que nós prevemos que, em 2040, a energia fotovoltaica solar ultrapassará a hidrelétrica em geração e consumo”, afirmou. Ronaldo Koloszuk, presidente do Conselho de Administração da ABSOLAR, a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica

Como funciona

A energia solar fotovoltaica funciona com painéis solares que captam a luz e geram energia elétrica, por meio do efeito fotovoltaico. Esta eletricidade é levada ao inversor solar, responsável pela conversão do tipo de corrente, de contínua para alternada, e então a energia é distribuída para o local. A energia que é produzida pode ser utilizada em residências, empresa ou mesmo em propriedades rurais. Não existe custo na utilização desta energia, por isso, é possível em até 95% a redução de uma conta convencional de energia elétrica.