Divulgação MME

Energia eólica em expansão nas Américas

Print Friendly, PDF & Email

O Conselho Global de Energia Eólica (Global Wind Energy Council – GWEC) divulgou dados que mostram: o Brasil, os Estados Unidos e o México lideram atualmente a produção de energia eólica nas Américas. Um levantamento feito pelo Conselho atesta que a capacidade instalada total de energia eólica nas Américas é de 135 GW. O Brasil tem 503 parques eólicos. Segundo o Atlas do Potencial Eólico Brasileiro, publicado pelo Centro de Pesquisas de Energia Elétrica da Eletrobras, no Brasil existe capacidade para gerar até 300 gigawatts de energia eólica. O potencial eólico nacional é superior a todo o potencial elétrico instalado no país atualmente.

A expectativa é de que no Brasil a participação da energia eólica seja cada vez maior, com taxas de crescimento médias de potência instalada superiores a 20%.

A expansão do mercado livre de energia e o avanço dos parques eólicos para o mar, que deve ocorrer nos próximos anos, também são fatores que alavancam a atratividade do segmento. Segundo o estudo da Redirection International, a tendência é que as novas tecnologias de automação, como Inteligência Artificial, robótica, Internet das Coisas (IoT) e Gêmeos Digitais, por exemplo, ditem a evolução tecnológica do setor que deve registrar ainda um protagonismo maior das empresas offshore.

O Brasil é o sexto maior produtor de energia eólica do mundo de acordo com o Global Wind Energy Report 2023 e, atualmente, a energia produzida a partir do vento representa 13% da matriz elétrica nacional, sendo a terceira principal fonte de energia do país, com aproximadamente 30 Gigawatts de potência instalada, segundo informações da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar). De acordo com um estudo da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) até o início de 2026 cerca de 240 grandes fazendas solares e parques eólicos devem entrar em operação no Brasil, injetando aproximadamente 6 Gigawatts de potência ao sistema elétrico nacional.

Canal-Jornal da Bioenergia com dados Redirection

Veja Também

Energia solar segue em expansão no Brasil

O relatório “Global Market Outlook For Solar Power 2024 – 2028”, elaborado pela SolarPower Europe, …