tarifa branca
ilustração

Dinheiro para energia limpa

Print Friendly, PDF & Email

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) anunciou que foi aprovado o valor de R$ 62,9 milhões para ampliar a capacidade de cogeração de energia elétrica da Usina Pitangueiras, localizada em Pitangueiras (SP).

Em comunicado, o BNDES informou que os recursos têm como objetivo otimizar a capacidade industrial da unidade e maximizar o potencial de geração de energia a partir do bagaço de cana produzida. O projeto contempla também a interligação de sua subestação à rede da Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL).

Ainda segundo o banco, atualmente, a usina de cana-de-açúcar já produz energia suficiente para sua operação e conta com um excedente de 90 mil MWh que é negociado no mercado livre. Após a conclusão do projeto, que tem período de implantação de dois anos, a capacidade de geração por hora será ampliada para 70 MW, uma expansão de 180%.

Já o potencial de exportação de energia aumentará 133%, chegando a 210 mil MWh em cada ano safra, montante capaz de suprir 44 mil residências anualmente. Considerando apenas o investimento no empreendimento, a energia gerada é suficiente para atender 25 mil domicílios por ano. Datagro