CRV Industrial mineira em processo de renovação do RenovaBio

Print Friendly, PDF & Email

Na última safra a unidade emitiu quase 95 mil CBios

Em um processo marcado pela excelência, a CRV Industrial – unidade Capinópolis (MG) – passou por auditoria para renovar a certificação do RenovaBio, fortalecendo seu compromisso com a sustentabilidade e os elevados padrões ambientais da indústria sucroenergética.

Ao longo de três dias intensos, entre os dias 27 e 29 de fevereiro, os auditores mergulharam nas vastas extensões agrícolas e nas instalações industriais da unidade, verificando cada aspecto operacional. Em uma inspeção minuciosa, foram analisados documentos e foi conduzida uma vistoria in loco, abrangendo desde as instalações da indústria até o posto de combustível, o processo de faturamento e o carregamento de etanol.

A unidade recebeu sua primeira certificação em 2021. A cada três anos, as usinas passam por uma nova auditoria, a menos que os dados tabulados anualmente não apresentem uma variação inferior a 10%. Na última safra, foram produzidos 94.932 CBios, com previsão de aumento para a safra de 2024.

Para a Coordenadora da Qualidade da unidade mineira da CRV Industrial, Yalle Coutinho,  a importância para a usina de aderir ao RenovaBio é multifacetada. “Primeiramente, ao reduzir a emissão de gases que contribuem para o aumento da temperatura global, a usina desempenha um papel crucial na mitigação das mudanças climáticas e na proteção do meio ambiente. Além disso, ao obter certificados de biocombustíveis (CBios) através do programa, a usina agrega valor aos seus produtos, pois esses certificados podem ser vendidos, criando uma nova fonte de receita e incentivando práticas sustentáveis na indústria. Assim, o RenovaBio não apenas promove a sustentabilidade ambiental, mas também traz benefícios econômicos para as usinas participantes”, pontua.

O que é CBio?

Na prática, os CBios são créditos de carbono. Anualmente, as distribuidoras de combustíveis têm a obrigação de adquirir uma quantidade definida de CBios. Esses créditos são emitidos pelos produtores de biocombustíveis, tais como etanol, biodiesel e biometano. Cada certificado representa a redução de uma tonelada de carbono equivalente que teria sido emitida para a atmosfera caso o combustível fóssil não fosse substituído por um renovável. (Assessoria)

Veja Também

Trilhando os passos das mães

Usina Rubi S.A- unidade Uruaçu contrata mães e filhos O exemplo dos pais pode ser …