Cooper- Rubi faz avaliação de fumaça preta nos veículos movidos à diesel da unidade

Print Friendly, PDF & Email

Preocupada com as emissões de poluentes na atmosfera, a Cooper- Rubi, usina em Rubiataba, realizou a avaliação de emissão da Fumaça Preta de veículos e maquinários movidos a diesel, com o objetivo de acompanhar a performance ambiental da empresa. A ação foi desenvolvida pelos Departamentos Ambiental e de Transporte Mecanizado.

Este teste é realizado na unidade desde 2020 em todas os veículos, seja próprio ou de terceiros.  No mínimo, 90% da frota devem atender aos padrões de emissão de fumaça preta. A análise é desenvolvida de acordo com a opacidade da escala de Ringelmann, que é uma escala gráfica para avaliação calorimétrica de densidade de fumaça, constituída de seis padrões com variações uniformes de tonalidade entre o branco e o preta.

A fumaça preta é um forte indicativo de irregularidade no funcionamento do veículo. É emitida pelos veículos movidos a diesel e indica que o combustível não está sendo queimado por inteiro durante a combustão.

Além do impacto na natureza, a fumaça preta também agride significativamente a saúde, podendo ocasionar a manifestação de sintomas como:

  • Irritabilidade nos olhos;
  • Irritabilidade nas vias respiratórias;
  • Desenvolvimento de doenças respiratórias crônicas;
  • Redução de resistência do organismo a infecções;
  • Náuseas e dores de cabeça;
  • Dificuldades para respirar – já que as substâncias existentes na fumaça preta diminuem a quantidade de hemoglobinas no sangue;
  • Intoxicação no sistema nervoso central. (Assessoria de imprensa)

Veja Também

Usina Uruaçu distribuí peixes para colaboradores

Projeto “Peixes para todos” da unidade goiana entregou mais de sete toneladas A Uruaçu Açúcar …