Conferência do Setor Sucroenergético reúne grandes líderes

Print Friendly, PDF & Email

A 18ª Conferência Internacional DATAGRO sobre Açúcar e Etanol é um dos mais relevantes eventos do calendário mundial do açúcar e etanol. O objetivo do encontro é valorizar conteúdo de qualidade, disseminar conhecimento e novas tecnologias e estimular networking entre os participantes.

O evento vai reunir grandes especialistas nacionais e internacionais para promover debates sobre as perspectivas de mercado de açúcar e etanol no Brasil e no mundo. “Vivemos uma situação desafiadora no mercado de açúcar, com dois anos consecutivos de excedente no mercado mundial, derrubando os preços da commodity em todo o mundo. No Brasil, o mix este ano está cerca de 12% maior para etanol do que a safra passada”, diz Plinio Nastari, Presidente da DATAGRO Consultoria.

Segundo o executivo, o setor surcroenergético pode contribuir para reverter o cenário de oferta elevada de açúcar no mercado internacional. “Alguns produtores, principalmente na Índia e na Tailândia, podem destinar parte da produção excedente para fabricação de etanol também”.

Além de perspectivas para o setor, o evento também vai abordar diversificação e mitigação de riscos, fontes de financiamento para o setor, limites à produção na Índia, Tailândia e União Europeia, novas tendências em tecnologia automotiva, RenovaBio e também o futuro da mobilidade, que, para o presidente da DATAGRO pode encontrar seu caminho com a expansão de fontes limpas. “Existe a oportunidade de inserir os biocombustíveis, e o etanol em particular, nesse novo futuro de mobilidade, que busca mais eficiência energética e ambiental”.

Grandes personalidades do setor participarão da Conferência Internacional, entre eles:  Rubens Ometto Silveira Melo, Presidente da COSAN; Pedro Fernandes, Diretor de Agronegócios do Itaú BBA; Olivier Grassard, Sugar Analysis & Trading Desk, SUCDEN Group; Luiz de Mendonça, Presidente da Atvos; José Orive, Diretor Executivo da International Sugar Organization (ISO); Mariangela Grola, Gerente de Inteligência de Mercado da RAÍZEN; Renato Domith Godinho, Chefe de Divisão de Recursos Energéticos Novos e Renováveis – DR, Ministério das Relações Exteriores (MRE); Miguel Ivan Lacerda de Oliveira, Diretor do Departamento de Combustíveis Renováveis (DCR), Ministério de Minas e Energia; Aurélio Cesar Nogueira Amaral, Diretor da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis; Plinio Nastari, Presidente da DATAGRO;  entre outros.

 

Datagro