Casa dos Ventos vende parques eólicos por R$ 2 bilhões

Print Friendly, PDF & Email

 

A Casa dos Ventos, uma das pioneiras e maiores investidoras no desenvolvimento de projetos eólicos no Brasil, anuncia a venda de dois empreendimentos à Cubico Sustainable Investments (Cubico), por cerca de R$ 2 bilhões.

A negociação, que foi concluída no fim de 2015, é a maior já realizada no Brasil envolvendo ativos eólicos em operação e inclui os parques “Ventos de Santa Brígida”, localizado em Caetés, no agreste de Pernambuco (182MW), e “Ventos do Araripe I”, situado em Simões, no sudeste do Piauí (210MW). Os dois complexos eólicos representam aproximadamente um terço dos ativos com energia contratada da Casa dos Ventos. A transação foi aprovada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

De acordo com o diretor de Projetos e Novos Negócios da Casa dos Ventos, Lucas Araripe, a transação possibilita que a companhia se posicione de maneira privilegiada no setor. “Esse movimento amplia nossa capacidade de investimento, nos  permitindo viabilizar novos projetos e aproveitar as oportunidades que surgirão em 2016. A companhia também segue com obras avançadas em outros três complexos eólicos no Nordeste brasileiro: Tianguá, de 130 MW no Ceará; São Clemente, com 216 MW em Pernambuco; e Ventos do Araripe III, de 359 MW no Piauí, totalizando mais de 700MW”, revela Lucas Araripe.

A Casa dos Ventos administra hoje um portfolio de 15 GW de projetos eólicos em desenvolvimento no Brasil. Seu reconhecimento no mercado está ligado ao alto investimento tecnológico para garantir a qualidade e confiabilidade dos estudos realizados em diferentes regiões do Brasil, reduzindo as incertezas sobre as estimativas de produção de energia. Assessoria de imprensa

Veja Também

Usina Uruaçu desenvolve cronograma de ações com parceiros em Uruaçu

Unidade se reuniu com Secretaria Municipal de Educação e Meio Ambiente O Departamento de Meio Ambiente da …