Casa dos Ventos vende parques eólicos por R$ 2 bilhões

Print Friendly, PDF & Email

 

A Casa dos Ventos, uma das pioneiras e maiores investidoras no desenvolvimento de projetos eólicos no Brasil, anuncia a venda de dois empreendimentos à Cubico Sustainable Investments (Cubico), por cerca de R$ 2 bilhões.

A negociação, que foi concluída no fim de 2015, é a maior já realizada no Brasil envolvendo ativos eólicos em operação e inclui os parques “Ventos de Santa Brígida”, localizado em Caetés, no agreste de Pernambuco (182MW), e “Ventos do Araripe I”, situado em Simões, no sudeste do Piauí (210MW). Os dois complexos eólicos representam aproximadamente um terço dos ativos com energia contratada da Casa dos Ventos. A transação foi aprovada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

De acordo com o diretor de Projetos e Novos Negócios da Casa dos Ventos, Lucas Araripe, a transação possibilita que a companhia se posicione de maneira privilegiada no setor. “Esse movimento amplia nossa capacidade de investimento, nos  permitindo viabilizar novos projetos e aproveitar as oportunidades que surgirão em 2016. A companhia também segue com obras avançadas em outros três complexos eólicos no Nordeste brasileiro: Tianguá, de 130 MW no Ceará; São Clemente, com 216 MW em Pernambuco; e Ventos do Araripe III, de 359 MW no Piauí, totalizando mais de 700MW”, revela Lucas Araripe.

A Casa dos Ventos administra hoje um portfolio de 15 GW de projetos eólicos em desenvolvimento no Brasil. Seu reconhecimento no mercado está ligado ao alto investimento tecnológico para garantir a qualidade e confiabilidade dos estudos realizados em diferentes regiões do Brasil, reduzindo as incertezas sobre as estimativas de produção de energia. Assessoria de imprensa

Veja Também

Fenasucro & Agrocana abre credenciamento para edição histórica de 30 anos

A Fenasucro & Agrocana, reconhecida como a Feira Mundial da Bioenergia, inicia nesta segunda, dia …