Home » Empresas e Mercado » Primeiros ônibus 100% elétricos do estado do Rio de Janeiro entram em operação

Primeiros ônibus 100% elétricos do estado do Rio de Janeiro entram em operação

Print Friendly, PDF & Email

Os primeiros ônibus 100% elétricos do estado do Rio de Janeiro, três unidades do modelo BYD D9W com carroceria Caio Millenium, estão em funcionamento na cidade de Volta Redonda. A entrega oficial dos veículosfoi realizada em uma cerimônia no dia 15 de agosto de 2018. Estiveram presentes no evento o Prefeito de Volta Redonda, Sr. Samuca Silva, o Secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Sr. Joselito Magalhães, o Presidente da BYD do Brasil, Sr. Tyler Li, o Vice-Presidente Sênior de Vendas da BYD, Sr. Wilson Pereira, e o Gerente Nacional de Vendas da BYD, Sr. Silvestre Souza, dentre outras autoridades. Cumprindo com o plano de governo, os veículos tem sido utilizados para o programa Tarifa Comercial Zero e circulam gratuitamente nos quatro principais pontos comerciais do município (Vila Santa Cecilia, Centro, Aterrado e Retiro). O período de testes se iniciou em 18 de julho deste ano e a linha teve quase 100% de aprovação dos usuários e também dos comerciantes do Centro. “O projeto é inovador. Mas, mais do que isso, aquece a economia, levando os consumidores aos principais centros comerciais da cidade sem interferir nas linhas convencionais. Além do mais, os veículso não provocam poluição sonora e nem atmosférica. Com tudo isso, vamos melhorar a mobilidade de Volta Redonda”, avalia o Prefeito Samuca Silva. Para Tyler Li, Presidente da BYD do Brasil, “o ônibus elétrico é uma tecnologia promissora na busca
por um transporte público menos poluente e com menor custo de manutenção. Com cada vez mais grandes metrópoles globais realizando testes e implementando esse tipo de veículo em suas vias públicas, o ônibus elétrico vai deixando de ser apenas uma ideia do futuro, firmando-se dia a dia
como realidade”.

Chassis BYD D9W

O Chassis BYD D9W é utilizado para aplicação em carrocerias com até 13,2 metros de comprimento. Os dois motores BYD-2912TZ-XY-A, de 150 KW, juntos equivalem a 402 cavalos e estão integrados nas rodas do eixo traseiro, contando com um módulo de controle eletrônico de tração. O Chassis
possui o conceito Low Entry, ou seja, não existindo degraus para o embarque e desembarque dos passageiros. A estrutura é constituída por materiais de alta resistência a torção e a flexão. Os freios a disco regenerativos, com sistema ABS nas rodas dianteiras e traseiras, proporcionam maior
segurança e autonomia ao veículo. A suspensão pneumática integral proporciona conforto aos passageiros e ao motorista e o sistema de rebaixamento bilateral (ECAS) permite o ajoelhamento da suspensão, aumentando a comodidade e a segurança para embarque e desembarque dos passageiros. Também é possível elevar a altura da carroceria para transpor alguns obstáculos das vias públicas. A coluna de direção regulável permite a regulagem de acordo com as características de cada motorista, melhorando assim questões de ergonomia. Redução de poluentes locais Os ônibus elétricos representam um grande instrumento para a redução de poluentes locais e de gases causadores do efeito estufa. Na média, cada ônibus elétrico em operação urbana reduz cerca de 1,8 toneladas de CO2 equivalentes, o que representa o plantio de mais de 11 árvores ao ano, além de evitar a emissão local de 118,814 kg de NOX e 1,152 kg de material particulado, os dois maiores vilões para a saúde pública. Esses valores se referem a comparação aos ônibus diesel novos, Euro 5, com rodagem média de 6.000kms/mês.

A BYD

Gigante global especializada em energia limpa, a BYD foi fundada em 1995 e rapidamente se tornou a maior fabricante mundial de baterias recarregáveis, sistemas de armazenamento de energia,ônibus e caminhões 100% elétricos. Desde 2015, a BYD também vem surpreendendo o mundo como a maior fabricante de automóveis elétricos e híbridos plug-in do mundo (2015, 2016 e 2017). A empresa está presente em cinco continentes, mais de 50 países e em cerca de 200 cidades e têm entre seus sócios o americano Warren Buffet. Com mais de 220 mil funcionários distribuídos em 40 fábricas ao redor do globo (sendo 20 mil engenheiros pesquisadores), a chinesa BYD é, ainda, a segunda maior fornecedora de componentes para celulares, tablets e laptops no mundo para outras marcas globais, e considerada uma das 15 empresas que estão mudando o mundo para melhor
“Change The World” da Revista Fortune. Em 2016, a BYD ganhou o prêmio Zero Emission Eco system da ONU, na categoria grandes corporações. Em 2016, a empilhadeira elétrica da BYD ganhou o prêmio IFOY de melhor empilhadeira elétrica do mundo. A primeira vez que uma marca não europeia ganha o principal prêmio do setor de logística na Europa. No Brasil, a BYD abriu sua primeira fábrica em 2015 para produção de ônibus elétricos e
comercialização de veículos e empilhadeiras em Campinas, interior de São Paulo. Em abril de 2017, neste mesmo local, inaugurou sua planta de produção de módulos fotovoltaicos. A BYD Brasil já emprega cerca de 460 funcionários nas cidades de Campinas e São Paulo.

 

 

 

Divulgação