"http://www.canalbioenergia.com.br/wp-content/uploads/2018/11/Marca-650x90-NOV-2018.jpg" />
Home » Tecnologia » Pesquisas comprovam que o uso associado de tecnologias resulta em maior produtividade das lavouras

Pesquisas comprovam que o uso associado de tecnologias resulta em maior produtividade das lavouras

Print Friendly, PDF & Email

A busca por maiores patamares de produtividade é incessante. Para isso, o adequado manejo do solo, o controle bem feito de plantas daninhas, de pragas e de patógenos, o equilíbrio hormonal e nutricional da planta são fundamentais para chegar mais próximos do potencial produtivo das culturas. Foi dessa necessidade do produtor que o Grupo Vittia buscou ampliar o negócio para trabalhar nas mais diversas linhas de produtos que desenvolve, oferecendo mais soluções aos clientes.

O Grupo Vittia oferece ao mercado inoculantes e biofertilizantes para maior equilíbrio hormonal da planta; produtos para controle biológico de insetos e patógenos; complexos de nutrientes para maior equilíbrio nutricional das culturas e uma linha de tecnologia de aplicação, para maior eficiência de todas as demais tecnologias que estão sendo aplicadas no campo.  Surgiu então dessa gama de serviços o Vit Integra, uma associação de soluções que permite otimização do sistema de produção trazendo maior retorno em produtividade.

Um importante exemplo dessa sinergia do Vit Integra é na Soja, que hoje é uma das principais culturas do país, com mais ou menos 35 milhões de hectares plantados. Para o tratamento de sementes é indispensável o uso de inoculantes, mas também de outras tecnologias, como de bactérias para controle biológico e biofertilizantes, para promover em melhor desenvolvimento da planta.

Viviane C. Martins Bordignon, Gerente de Inoculantes do Grupo Vittia, explica que, considerando a nutrição em soja, assim como em várias outras espécies, o Nitrogênio é o nutriente exigido em maiores quantidades, visto que é um elemento indispensável em processos vitais ao longo do ciclo da planta. Sendo assim, garantir o elevado fornecimento de nitrogênio para as plantas é essencial para se ter incrementos substanciais na produtividade.

Luiz Marin, Gerente de Produto da Grupo Vittia explica que, além dos biofertilizantes proporcionarem às plantas maior equilíbrio fisiológico, que resulta em maior tolerância a estresses ambientais,  tendo como atividade principal a promoção natural de hormônios vegetais pela planta, também é fonte de Carbono Orgânico, que pode ser utilizado como alimento pelas bactérias dos inoculantes e outros microorganismos  benéficos, potencializando os ganhos de produtividade com a integração das tecnologias. Lembrando que uma tecnologia não substitui a outra e sim a associação delas se complementam.

Para comprovar a importância do uso associado das tecnologias pelo programa Vit Integra, o Grupo Vittia desenvolveu um trabalho com o professor Paulo Castro (Esalq/USP), um dos pesquisadores de maior renome na linha de fisiologia vegetal do país. As pesquisas desenvolvidas por Castro comprovam que, quando há a associação dessas tecnologias, há uma melhor resposta da planta.

O Vit Integra traz resultados muito melhores com a associação de tecnologias. Em uma das pesquisas, por exemplo, o professor uniu Biomax Azum (inoculante) + Biobaci (controle biológico) + Bioenergy (biofertilizante), resultando em maior crescimento e uma maior massa seca de grãos, do que cada uma das tecnologias isoladas.

“O uso associado das tecnologias promovidas pelo Vit Integra demonstrou excelentes resultados. No caso da soja, comprovou uma ampla e distinta ação dos microrganismos, bem como dos biofertilizantes e devemos aproveitar disso e associá-las para garantir maiores e melhores respostas das plantas”, finaliza Viviane C. Martins Bordignon.